header top bar

section content

Médico aceita pesquisa em Sousa e rejeita convite para vice: “Nem se receber convite do governador” Vídeo!

Ao ser indagado por nossa reportagem sobre uma vice na chapa de oposição, José Célio foi direto: "Não aceito". Confira!

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

06/04/2016 às 14h17 • atualizado em 06/04/2016 às 18h07

O médico e pré-candidato a prefeito de Sousa, José Célio de Figueiredo (PPS), prestou entrevista ao portal e TV Online Diário do Sertão, nesta quarta-feira (06). Segundo ele, sua pré-candidatura está mantida, porém, é a favor que haja uma pesquisa interna dentro da oposição para saber quem vai ser o nome que disputará o pleito de outubro de 2016 pelo bloco oposicionista.

“Eu sou totalmente a favor da pesquisa para que se aponte qual o melhor candidato baseado na escolha popular. Primeiro quem teve essa iniciativa dessa pesquisa foi eu, continua sendo um instrumento que tem que ser obedecido”, destacou José Célio.

O pré-candidato a prefeito ainda falou que como Sousa só tem um turno a oposição tem que procurar ser inteligente para enfrentar a atual administração. Para Figueiredo, em política não pode haver divisão e sim buscar união e fortalecimento e se utilizar do instrumento de pesquisa através da vontade do povo.

“Eu não sou empecilho para isso, vou procurar conversar com qualquer um pré-candidato para que exista um entendimento para buscar a consolidação para que saia uma candidatura forte de oposição com respaldo popular para a gente ganhar as eleições de outubro”, frisou.

José Célio ainda disse que vai chegar um momento que o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), vai chamar os três pré-candidatos da oposição. “Eu acredito que Ricardo não vai deixar de lutar até a última instância para buscar a união da oposição para uma vitória semelhante a dele aqui em Sousa”, falou.

Ao ser indagado por nossa reportagem sobre uma vice na chapa de oposição, José Célio foi direto:  “nem pensar, a outra vez eu segurei minhas palavras duas horas antes da convenção dizendo que não era vice, mas as pessoas conclamaram e pediram e eu acabei aceitando. Nessa de agora mesmo se um grupo de amigos me solicitar a resposta, nem com o pedido de Ricardo, se ele chegar a dizer que para ganhar a campanha em Sousa tem que ser fulano e você na vice, eu falo governador dessa forma a gente não vai ganhar campanha porque eu não serei vice”, pontuou .

Sobre o governo municipal
Sobre a administração de André Gadelha (PMDB), José Célio disse que não daria uma nota acerca da administração Gadelha porque quem concede uma avaliação é o povo. Mas critica o setor de saúde do atual governo.

“Uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) que não foi aberta até hoje, existe uma precariedade em setores que não poderia acontecer. Em saúde não se pode brincar, na eleição passada onde se pregou que o remédio era o doutor, mas o doutor não conseguiu ser o remédio e os problemas na saúde em Sousa se alastram a cada dia que passa. A população está sofrendo e precisa de um suporte na saúde pública em nosso município. É muito complicado o cidadão procurar fazer um exame e demorar meses para realizar o mesmo, um atendimento de uma UPA que a gente sabe que Pombal e Cajazeiras têm, certeza que é um instrumento de importância no município de Sousa e infelizmente está fechada até hoje, é lamentável essa situação”, finalizou o pré-candidato José Célio.

DIÁRIO DO SERTÃO

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires