header top bar

section content

Prefeito e candidato a reeleição revela que adversário está com “choro de perdedor” fala sobre atraso em obras e esclarece denúncia sobre salário da esposa. Veja entrevista aqui!

Em relação a escola Chico Corea, o prefeito afirmou que a empresa responsável pela reforma não cumpriu os prazos. Confira!

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

10/09/2016 às 08h13 • atualizado em 10/09/2016 às 13h39

O prefeito e candidato a reeleição da cidade de São Francisco, João Bosco Gadelha de Oliveira Filho (PSDB) foi entrevistado às 14h da sexta-feira (09) na TVDS em parceria com a Líder FM e OAB de Sousa na Caravana da Democracia. O programa foi apresentado pelo radialista Levi Dantas.

João Bosco falou sobre as eleições de 1996 onde seu pai foi eleito prefeito e o candidato de oposição que atualmente é do mesmo grupo que disputou o pleito na época achou suspeita a contagem de votos:

“Eles tiveram o amplo direito de defesa, isso é choro de perdedor, dor de cotovelo”, disse.

Entrevista foi realizada no estúdio da rádio líder FM (foto: Charley Garrido)

Entrevista foi realizada no estúdio da rádio líder FM (foto: Charley Garrido)

Educação
O gestor falou também que paga o piso salarial do professor, e está investindo na área da educação, qualidade na merenda escolar.

Obras em atraso
Em relação a escola Chico Corea, o prefeito afirmou que a empresa responsável pela reforma não cumpriu os prazos, então foram chamadas a segunda e terceira colocadas na licitação, porém sem êxito.

“Já não existem mais empresas habilitadas, então o município terá que fazer uma nova licitação”, disse.

Outra obra também que não foi concluída foi a da Praça de eventos do açude Paraíso, já que a empresa que venceu a licitação não cumpriu com os prazos.

João Bosco Gadelha de Oliveira Filho foi entrevistado na TVDS (foto: Charley Garrido)

João Bosco Gadelha de Oliveira Filho foi entrevistado na TVDS (foto: Charley Garrido)

Primeira-dama
Joãozinho também esclareceu a denuncia feita pelo candidato de oposição que afirmou que sua esposa que é odontóloga tem um salário maior do que os outros funcionários:

“Ela trabalha no PSF e tem gratificação assim como outras servidores que trabalham no mesmo setor. Na  minha gestão todo profissional é bem remunerado”, disse.

Temas sorteados
No último bloco da entrevista foram sorteados temas para o candidato falar sobre as propostas, o primeiro deles foi infraestrutura, em seguida a agricultura, educação e funcionalismo público.

Entrevista foi realizada no estúdio da rádio líder FM (foto: Charley Garrido)

Entrevista foi realizada no estúdio da rádio líder FM (foto: Charley Garrido)

Palavra final
Joãozinho finalizou enviando um recado para a população de São Francisco:

“Estou aqui pedindo seu voto, seu coração, sua emoção e motivação, para que possamos continuar construindo uma cidade melhor, a certeza de uma qualidade de vida melhor para a população de São Francisco, e que sirva de exemplo para a região”, finalizou.

Entrevista foi realizada no estúdio da rádio líder FM (foto: Charley Garrido)

Entrevista foi realizada no estúdio da rádio líder FM (foto: Charley Garrido)

DIÁRIO DO SERTÃO

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula