header top bar

section content

Em meio a crise política, radialista defende reforma com fim de coligações e cociente eleitoral

No Direto ao Ponto desta terça, Jorge Batista argumentou que o Brasil apresenta grande instabilidade na classe política por parte de seus representantes

Por Luzia de Sousa

04/04/2017 às 22h32

No Direto ao Ponto desta terça-feira (4), o radialista Jorge Batista argumentou que o Brasil apresenta uma grande instabilidade na classe política por parte de seus representantes. “Em Brasília está um caos. As reformas que são prejudicais ao povo sendo cogitadas e ao ponto de serem votadas”, disse o radialista.

Segundo Jorge Batista, são três reformas que são anti-democráticas: a Lei da Terceirização, que inclusive já foi sancionada, aumentando ainda mais o poder político; a Reforma da Previdência, que prejudicará diretamente a população; e por último a reforma política, onde a população clama por mudanças significativas, mas não aconteceram.

O radialista relembrou que nesta última, alguns pontos são cogitados, como: fim do cargo de vice, fim de coligações, a famosa “lista fechada”, que, segundo ele, fere a democracia e o eleitor deixa de votar no candidato para votar no partido.

“O certo seria o fim das coligações e cociente eleitoral porque daria mais justiça ao pleito, onde ganharia quem tivesse mais votos e que seja respeitada a vontade da maioria”, opinou o radialista

DIÁRIO DO SERTÃO

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan