header top bar

section content

Com votação empatada, juíza pede vista e adia julgamento de Ricardo

Na ação, o governador é acusado de pagar precatórios em excessos a aposentados e pensionistas.

Por Luzia de Sousa

18/04/2017 às 07h31

Juíza pediu vistas em AIJE contra Ricardo (imagem: Blog de Piancó)

Após pedido de vista da juíza Michelini de Oliveira Dantas Jatobá, o julgamento da AIJE da PBPrev, que pede a cassação do governador Ricardo Coutinho (PSB) foi adiado, nesta segunda-feira (17), no Tribunal Regional Eleitoral. Na ação, o governador é acusado de pagar precatórios em excessos a aposentados e pensionistas dentro do período eleitoral.

Antes do pedido de vista, o relator, desembargador Romero Marcelo, votou pela improcedência da ação. Já o juiz Márcio Maranhão Brasilino da Silva divergiu do relator e votou favorável ao parecer do Ministério Público Eleitoral pela cassação do socialista. Confira votos:

JUIZ MÁRCIO MARANHÃO
Como foi autora do pedido de vistas, a juíza Michelini de Oliveira Dantas Jatobá terá como prazo máximo até o dia 04 de maio para recolocar o processo em julgamento.

Após o pedido de vista, a presidente do TRE, desembargadora Maria das Graças, proclamou o resultado preliminar.

DESEMBARGADORA MARIA DAS GRAÇAS
A desembargador parabenizou os participantes do julgamento pela “elegância dos debates” durante a sessão.

MaisPB

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares