header top bar

section content

Com público recorde, 7ª edição da sessão antidrogas da Câmara de Cajazeiras apresentou propostas e resultados

A sessão, que teve como tema “Drogas: problema meu e seu”, reuniu algumas das principais autoridades públicas e representantes da sociedade civil organizada da cidade.

Por

07/04/2015 às 15h35

Sob o comando do presidente Nilson Lopes (PSD) e através de uma propositura do vereador Alysson Américo (Alysson Voz e Violão – PT), a Câmara de Vereadores realizou, na noite desta segunda-feira (6), a 7ª edição da sessão especial para debater o combate ao tráfico e consumo de drogas no município de Cajazeiras e região.

A sessão, que teve como tema “Drogas: problema meu e seu”, reuniu algumas das principais autoridades públicas, representantes da sociedade civil organizada e pessoas diretamente ligadas ao combate ao tráfico e consumo de drogas na cidade. O encontro serviu como extensão do Movimento Cajazeiras Sem Drogas, criado pelo comandante da Polícia Militar de Cajazeiras, tenente-coronel Cunha, e cujas atividades foram iniciadas pela manhã.

Autor da propositura da sessão, o vereador Alysson destacou a importância desses encontros para cobrar mais empenho das autoridades e apresentar à sociedade resultados satisfatórios. Segundo ele, muitas ações importantes nasceram das sessões antidrogas.

“Hoje não se trata apenas de uma sessão especial. Daqui nasceu a Marcha Contra as Drogas. Dessa casa nasceu a Semana Antidrogas. E hoje demos início a mais um grande movimento, que foi o Movimento Cajazeiras Sem Drogas. A Câmara não pode pegar essa responsabilidade e resolver, mas ela vem fazendo seu papel durante anos para alertar a sociedade e cobrar das autoridades. Esse é nosso papel como representante do povo.”

 

Escolas abertas e Conselho Antidrogas
Já o vereador Jucinério Félix (PROS) cobrou da administração municipal mais políticas públicas voltadas para a criança e o adolescente, sobretudo no campo do lazer e da cultura. Algumas de suas propostas pedem a abertura das escolas municipais e estaduais durante o fim de semana para a prática de esportes e de atividades culturais, com acompanhamento de educadores; a implantação de uma lei aprovada pela Câmara que estabelece a capoeira e as artes cênicas nas grades curriculares das escolas e a formação de um conselho municipal antidrogas.

“A questão da droga é uma questão de saúde pública, mas é muito mais uma questão social. É preciso a formação do Conselho Antidrogas. Esse conselho não é para prender o traficante, não é para prender o usuário, mas para chegar na prefeita e dizer ‘vamos discutir juntos uma política’, sociedade civil e governo juntos.”

Jucinério e outros oradores também cobraram mais emprenho da prefeita Denise Albuquerque para reabrir a clínica de reabilitação Fazenda Esperança, que iniciou suas atividades no primeiro ano de governo, mas fechou por falta de investimentos.

Reabertura de manzuás
O vereador Marcos Barros (PSB), por sua vez, sugeriu um diálogo com os representantes da segurança pública estadual para avaliar a possibilidade de reimplantar os antigos postos de polícia conhecidos popularmente como manzuás, que poderiam fortalecer o combate ao tráfico monitorando a entrada de drogas pelas fronteiras do município.

Segundo ele, as manzuás seriam importantes para Cajazeiras devido ao grande número de entradas e saídas para outros estados da região.

Clínica regional de reabilitação
O prefeito de São José de Piranhas, Domingos Neto, sugeriu a criação de um centro de recuperação de dependentes químicos em um dos canteiros da obra da transposição, que já está desocupado e dispõe de boa infraestrutura. De acordo com sua proposta, o local seria bancado pelos 15 municípios da região, com apoio do governo do Estado.

A prefeita Denise apoiou a ideia e sugeriu que inicialmente o trabalho fosse assumido pelos dois municípios, se comprometendo a disponibilizar os recursos que eram direcionados para a Fazenda Esperança.

Ações com resultados
Além das propostas, a sessão também deu destaque às ações de prevenção e combate que vêm dando certo na região, a exemplo da recuperação de dependentes na Fazenda Pinhão, no município de Sousa; as ações educacionais da Polícia Militar através do Proerd nas escolas, bem como as ostensivas nas ruas; e a recuperação de dependentes promovida pelo CAPS-AD de Cajazeiras.

A sessão contou ainda com as presenças de vários auxiliares e secretários do governo municipal; do comandante da Polícia Militar de Cajazeiras, tenente-coronel Cunha; do comandante do Corpo de Bombeiros de Cajazeiras, major Keoma; da juíza Adriana Lins; do padre Janilson Rolim; de todos os vereadores e vários representantes de instituições, além de grande público no auditório.

Assista a sessão especial contra as drogas na câmara de Cajazeiras

DIÁRIO DO SERTÃO 

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan