header top bar

section content

Com público recorde, 7ª edição da sessão antidrogas da Câmara de Cajazeiras apresentou propostas e resultados

A sessão, que teve como tema “Drogas: problema meu e seu”, reuniu algumas das principais autoridades públicas e representantes da sociedade civil organizada da cidade.

Por

07/04/2015 às 15h35

Sob o comando do presidente Nilson Lopes (PSD) e através de uma propositura do vereador Alysson Américo (Alysson Voz e Violão – PT), a Câmara de Vereadores realizou, na noite desta segunda-feira (6), a 7ª edição da sessão especial para debater o combate ao tráfico e consumo de drogas no município de Cajazeiras e região.

A sessão, que teve como tema “Drogas: problema meu e seu”, reuniu algumas das principais autoridades públicas, representantes da sociedade civil organizada e pessoas diretamente ligadas ao combate ao tráfico e consumo de drogas na cidade. O encontro serviu como extensão do Movimento Cajazeiras Sem Drogas, criado pelo comandante da Polícia Militar de Cajazeiras, tenente-coronel Cunha, e cujas atividades foram iniciadas pela manhã.

Autor da propositura da sessão, o vereador Alysson destacou a importância desses encontros para cobrar mais empenho das autoridades e apresentar à sociedade resultados satisfatórios. Segundo ele, muitas ações importantes nasceram das sessões antidrogas.

“Hoje não se trata apenas de uma sessão especial. Daqui nasceu a Marcha Contra as Drogas. Dessa casa nasceu a Semana Antidrogas. E hoje demos início a mais um grande movimento, que foi o Movimento Cajazeiras Sem Drogas. A Câmara não pode pegar essa responsabilidade e resolver, mas ela vem fazendo seu papel durante anos para alertar a sociedade e cobrar das autoridades. Esse é nosso papel como representante do povo.”

 

Escolas abertas e Conselho Antidrogas
Já o vereador Jucinério Félix (PROS) cobrou da administração municipal mais políticas públicas voltadas para a criança e o adolescente, sobretudo no campo do lazer e da cultura. Algumas de suas propostas pedem a abertura das escolas municipais e estaduais durante o fim de semana para a prática de esportes e de atividades culturais, com acompanhamento de educadores; a implantação de uma lei aprovada pela Câmara que estabelece a capoeira e as artes cênicas nas grades curriculares das escolas e a formação de um conselho municipal antidrogas.

“A questão da droga é uma questão de saúde pública, mas é muito mais uma questão social. É preciso a formação do Conselho Antidrogas. Esse conselho não é para prender o traficante, não é para prender o usuário, mas para chegar na prefeita e dizer ‘vamos discutir juntos uma política’, sociedade civil e governo juntos.”

Jucinério e outros oradores também cobraram mais emprenho da prefeita Denise Albuquerque para reabrir a clínica de reabilitação Fazenda Esperança, que iniciou suas atividades no primeiro ano de governo, mas fechou por falta de investimentos.

Reabertura de manzuás
O vereador Marcos Barros (PSB), por sua vez, sugeriu um diálogo com os representantes da segurança pública estadual para avaliar a possibilidade de reimplantar os antigos postos de polícia conhecidos popularmente como manzuás, que poderiam fortalecer o combate ao tráfico monitorando a entrada de drogas pelas fronteiras do município.

Segundo ele, as manzuás seriam importantes para Cajazeiras devido ao grande número de entradas e saídas para outros estados da região.

Clínica regional de reabilitação
O prefeito de São José de Piranhas, Domingos Neto, sugeriu a criação de um centro de recuperação de dependentes químicos em um dos canteiros da obra da transposição, que já está desocupado e dispõe de boa infraestrutura. De acordo com sua proposta, o local seria bancado pelos 15 municípios da região, com apoio do governo do Estado.

A prefeita Denise apoiou a ideia e sugeriu que inicialmente o trabalho fosse assumido pelos dois municípios, se comprometendo a disponibilizar os recursos que eram direcionados para a Fazenda Esperança.

Ações com resultados
Além das propostas, a sessão também deu destaque às ações de prevenção e combate que vêm dando certo na região, a exemplo da recuperação de dependentes na Fazenda Pinhão, no município de Sousa; as ações educacionais da Polícia Militar através do Proerd nas escolas, bem como as ostensivas nas ruas; e a recuperação de dependentes promovida pelo CAPS-AD de Cajazeiras.

A sessão contou ainda com as presenças de vários auxiliares e secretários do governo municipal; do comandante da Polícia Militar de Cajazeiras, tenente-coronel Cunha; do comandante do Corpo de Bombeiros de Cajazeiras, major Keoma; da juíza Adriana Lins; do padre Janilson Rolim; de todos os vereadores e vários representantes de instituições, além de grande público no auditório.

Assista a sessão especial contra as drogas na câmara de Cajazeiras

DIÁRIO DO SERTÃO 

DIÁRIO ESPORTIVO

Tudo sobre as novas contratações e a preparação dos times para o Campeonato Paraibano 2018

PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Psicólogos debatem comportamento do ‘stalker’ nas redes sociais e quando o amor se torna obsessão

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Batista Independente

MARIA CALADO NA TV

Com muita irreverência, banda Gata Dengosa estoura a audiência no programa Maria Calado na TV; ASSISTA!