header top bar

section content

Após demissão de prima, oposicionista manda colega abandonar Ricardo Coutinho e deixar de ser fraco; “Se Ricardo quer guerra, vai ter”

Segundo o parlamentar, quem está na situação tem que mandar. "Ser Governo e não mandar é a pior coisa do mundo" Vídeo!

Por

16/03/2015 às 23h33

O deputado estadual Renato Gadelha (PSC) em entrevista a TV Diário do Sertão esta semana falou da sua posição política e reafirmou ser oposição ao governador Ricardo Coutinho (PSB).

Atual líder das oposições, o sousense assegurou que atuará junto aos liderados de forma leve, mas destacou que não será submisso ao Governo.

 “O que for interesse da Paraíba vamos votar a favor. Quando houver disputa acirrada estaremos defendendo nossas convicções”. Assegurou o parlamentar

Renato Gadelha revelou que não tem medo de negociar e destacou que a situação é quem vai definir os rumos do Governo, mas alertou: “Desde que o governador respeite a Assembleia como um poder autônomo e não submisso será um mandato tranqüilo, mas se ele quiser guerra vamos para a guerra”.

Pegou pesado
Perguntado sobre as ações que podem beneficiar a cidade, o deputado aproveitou para criticar seu colega, o também sousense Lindolfo Pires (DEM). “Ele por ser situação não trouxe nada para a cidade, aí eu pergunto, foi por inércia ou porque o governador não deu ouvido aos seus pedidos?”

Renato Gadelha assegurou que na atual situação da Paraíba é melhor ser oposição porque ser situação não tem vez. “Esse governador demitiu a diretora do hospital, que é prima do deputado (Lindolfo) e sem nenhum comunicado. Esse governador não atende a ninguém. Ele usa as pessoas e depois abandona”.

Ao final da entrevista, o conterrâneo deixou um conselho: “Se fosse Lindolfo abandonaria a Secretaria de Brasília que só serve para abrir portas para o governador e assumiria a vaga de deputado na Assembleia e seria oposição”.

O oposicionista completou: “Ou você é Governo para mandar ou é oposição. Ser Governo e não mandar é a pior coisa do mundo. Faz o que? Nós na oposição podemos ao menos criticar o que há de errado. Lindolfo vai errar se não enfrentar o governador porque se ele se mantiver no cargo será uma situação de fraqueza”

Acompanhe a entrevista completa de Renato Gadelha a TV Diário do Sertão

DIÁRIO DO SERTÃO

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares