header top bar

section content

Vital não afasta possibilidade de Comissão realizar nova visita a obras de Transposição do Rio São Francisco

Ele lembrou que o contrato com o consórcio vencedor da licitação para a execução das obras e as ordens de serviço foram assinados no último dia 26 de agosto

Por

17/01/2014 às 17h12

Vital fala de possível visita a obra na PB

Presidente da Comissão Externa de Acompanhamento das Obras de Transposição de Águas do Rio São Francisco, o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), não descartou a possibilidade dos senadores realizarem uma nova visita ao canteiro de obras na Paraíba e em Pernambuco. No ano passado, a comissão realizou três visitas as obras da transposição.

Vital que acredita na conclusão da transposição, voltou a cobrar o início das obas do Eixo Leste (Meta 3L), que compreende o trecho entre as cidades de Sertânia-PE e Monteiro-PB.

Ele lembrou que o contrato com o consórcio vencedor da licitação para a execução das obras e as ordens de serviço foram assinados no último dia 26 de agosto, na cidade de Monteiro, e que até o momento, passados mais de quatro meses, nenhuma ação foi executada.

A proposta do Consórcio Bacia do São Francisco, no valor de R$ 705,2 milhões, foi a ganhadora do processo licitatório. “O Ministro me informou que a SA Paulista já está se mobilizando para vir à Paraíba e que a demora se deu por conta de um recurso administrativo na Justiça, já superado”, disse Vital.

De acordo com o senador, o Ministro deu a garantia de que no máximo em 30 dias as obras serão iniciadas, em ritmo intenso. Em todas as visitas, o senador paraibano defendeu que as obras fossem iniciadas pelo lado da Paraíba, na cidade de Monteiro.

Apontada como obra do século e redenção para 12 milhões de nordestinos distribuídos em 390 municípios do Ceará, de Pernambuco, da Paraíba e do Rio Grande do Norte que sofrem com a escassez de água, o projeto defendido por Vital do Rêgo contempla 477 quilômetros de canais nos eixos Norte, que vai de Cabrobó (PE) a Cajazeiras (PB), e Leste, com início em Floresta (PE) e término em Monteiro (PB).

Na condição de presidente da comissão, senador Vital do Rêgo considerou “lamentável” o atual prazo de conclusão da obra, dezembro de 2015. “A obra estava marcada para ser inaugurada em 2010. Estamos com muito atraso, fruto de todas as inconsistências que aconteceram, desde o projeto básico, da demora no projeto executivo, da enorme quantidade de contratos feitos e do pouco pessoal para fiscalização. A obra só estará pronta em 2015. Até lá, temos que buscar formas de convivência com a seca”, disse o senador. Para ele, a transposição vai mudar a face rural do Nordeste e trazer esperança para milhões de nordestinos.

A comissão presidida por Vital e relatada pelo senador Humberto Costa (PT-PE),  já realizou três visitas ao canteiro de obras da transposição do Rio São Francisco. A primeira visita da comissão ocorreu nos dias 7 e 8 de março de 2013, no eixo norte da obra. A segunda visita ocorreu no dia 19 de abril ano eixo leste da obra, nas cidades de Floresta e Sertânia, em Pernambuco, e Monteiro, na Paraíba. Em agosto do ano passado, os senadores, ministros e demais autoridades voltaram a cidade de Monteiro para vistoriar as obras no eixo leste.

Da secom

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula