header top bar

section content

Adjamilton taxa Fabiano pau mandado e diz: Eu boto a mão no fogo por Carlos Antonio

O radialista disse que não responderia a Fabiano Gomes, que não passa de um boneco, mas sim ao ventríloquo

Por

28/12/2011 às 20h28

O advogado e radialista Adjamilton Pereira (PMDB), em entrevista a imprensa cajazeirense nesta quarta-feira (28), declarou que não responderia as acusações do também radialista Fabiano Gomes, que chegou a afirmar que o apresentar do programa “Boca Quente” não tem voto na cidade para impor candidatura a nada.

Adjamilton disse que o radialista é usado por políticos da Paraíba, para falar algumas coisas que eles não querem falar para não se expor e disparou: “Fabiano é pau mandado e eu não vou responder ao boneco e sim ao ventríloquo”, fazendo referência ao ex-prefeito Carlos Antonio (DEM).

Ele disse que não tem votos porque nunca foi testado nas urnas, porém tem serviços prestados a população de Cajazeiras e sertaneja. Adjamilton disse que foi atraído para o partido de Carlos Antonio e quando não podia mais ir para outra legenda devido o prazo da justiça eleitoral, o que o deixou engessado sem poder ser candidato a nada, foi descartado do grupo, além disso, após a escolha do nome de sua esposa, Raelza Borges para vice na chapa de Léo Abreu, pelo PPS, o ex-prefeito teria comprado o presidente do partido Cássio Rogério, para apoiar a candidatura de Marinho pela situação em Cajazeiras.

“Ele foi lá e por 30 moedas comprou o PPS, comprou o presidente do partido Cássio Rogério. Deu uma secretaria e dinheiro a ele, para inviabilizar a candidatura de Raelza. Ora se eu não tivesse voto, se não fosse importante no processo eleitoral, esse povo ia se importar de me engessar num partido para eu não ser candidato a nada?”. Indagou Adjamilton

Renúncia de Léo
O advogado falou da renúncia do ex-prefeito Léo Abreu e afirmou que ele fez o que seu coração estava mandando e todos têm que respeitar.

Avaliação
Adjamilton afirmou que a vitória de Ricardo Coutinho (PSB) gerou uma grande expectativa no povo paraibano, mas criticou o socialista ao dizer que o Governo dele não começou para Cajazeiras ainda. “Só vou avaliar Ricardo Coutinho quando o Governo dele começar em Cajazeiras”.

Segundo Adjamilton, o ex-governador Zé Maranhão trabalhou muito por Cajazeiras, porém foi incompreendido. “Por ele eu boto minha mão no fogo”.

Quanto ao Senador Wilson Santiago, o advogado declarou que o peemedebista trabalhou muito e não ajudou mais a “Terra do Padre Rolim” porque nunca teve a sorte de estar em um mandato com aliados dele governando a cidade.

Já Vitalzinho, o radialista disse que surpreendeu e está fazendo um brilhante trabalho. Mas quanto ao Senador Cássio, ele disse que o tucano foi ingrato com a cidade. “Não Fez quase nada para Cajazeiras como Governador e não sei se fará como Senador. Cássio nunca fez nada por Cajazeiras”. Detonou Adjamilton

O radialista disse que bota a mão no fogo pelo médico Carlos Antonio, como profissional da saúde, mas como administrador público não.

Ouça áudio!

DIÁRIO DO SERTÃO
 

ENTREVISTA BOMBÁSTICA

VÍDEO: Declarações polêmicas e provocações marcam o programa Xeque-Mate com o ex-prefeito Carlos Antônio

VÍDEO

Ex-aliado diz que prefeito de Cajazeiras forma “organização criminosa” e aponta gordas gratificações

DIÁRIO ESPORTIVO

Confira o resumo da rodada no programa Diário Esportivo com Luiz Júnior

XEQUE MATE

VÍDEO: Carlos Antonio declara pela 1ª vez publicamente apoio a Júnior Araújo; “é cancela fechada”