header top bar

section content

Carlos Rafael poderá não ser candidato a reeleição em Cajazeiras; Saiba por quê!

O prefeito de Cajazeiras, Carlos Rafael poderá ficar sem partido e não conccorrer em 2012.

Por

04/12/2011 às 20h30

Querer e poder
O prefeito Carlos Rafael voltou a citar, quando da entrevista na Câmara Municipal, no último dia 29, uma frase que deu o que falar na última semana, postada no tuiter: “fica comigo quem quer e contra mim quem pode”. Que beleza!!

Alerta
Num passado não tão distante, o médico Paulo Arthur, era o candidato a prefeito de Uiraúna, com vitória quase assegurada, quando o ex-senador Wilson Santiago o deixou na rua da amargura e sem partido político. Wilson, simplesmente “tomou” o partido dele e o mesmo ficou sem condições ser candidato.

Alerta 2
Em Cajazeiras, fato idêntico ao da cidade de Uiraúna poderá acontecer. Estão montando uma “engenharia política”, em Brasília, via João Pessoa, para que o PTB mude de “dono” na Paraíba. E se este fato acontecer a candidatura do atual prefeito de Cajazeiras, estudante Carlos Rafael, vai para o “espaço”, além de todos os candidatos a vereador. Tem gente por aí “cantando” de galo, mas que poderá cair do poleiro.

Alerta 3
Outro partido que poderá, e este está bem mais fácil que o PTB, mudar de dono é o PDT e se tornando realidade, todos os possíveis candidatos a vereador, poderão amargar a triste sina de não ter legenda para chegar à casa de Otacílio Jurema para defender o povo de Cajazeiras. O bom, mas muito bom mesmo é que estes filiados fiquem com os olhos muito abertos, porque se cochilar o lençol cai nos pés.

Carlos e Jeová
O ex-deputado Jeová Campos foi duramente atacado pelo prefeito de Cajazeiras, estudante Carlos Rafael, durante a entrevista coletiva que o mesmo prestou no último dia 29, na sede da Câmara Municipal de Cajazeiras: “ele está com um discurso cansado, besta, sem credibilidade”, disse o ínclito edil. Antes já circulava uma noticia pelas esquinas da cidade da possibilidade de Jeová romper com o mesmo, agora depois destas declarações, dificilmente os dois estarão no mesmo palanque, em 2012.

Carlos e Jeová 2
A “detonada/cutucada” que Carlos deu em Jeová foi para responder a um questionamento feito por um radialista a respeito da renúncia de Léo e a conseqüente posse sua, já que o próprio Jeová vem cobrando explicações se houve ou não uma “negociação” em torno desta renuncia/posse. Pelo andar da carruagem este vai ser um dos temas nos palanques da campanha para prefeito, em 2012.

Feliz da vida
Quem teria ficado muito feliz da vida com a entrevista do prefeito Carlos Rafael foi o ex-prefeito Carlos Antonio, que já estaria conversando sobre uma composição com Jeová, em 2012, visando às eleições de 2014, quando Jeová poderá ter o apoio de Carlos em algumas cidades da região e para isto dependia ainda de uma possível conversa com o atual grupo da situação, mas que já foi antecipada com as declarações de Carlos Rafael, que acabou pondo Jeová nos braços das oposições.

Carlos e Ricardo Coutinho
Nesta mesma entrevista o prefeito aproveitou para dizer que era o governador Ricardo Coutinho pra lá e ele pra cá, já que o mesmo não estava fazendo nada por Cajazeiras. Um popular que ouvia atentamente a conversa do prefeito, perguntou em voz alta: mas não foi a prefeitura que doou dois terrenos para o governo do estado, um pra construir a UPA e o outro para a Escola Profissionalizante? E concluiu: “esse menino tá doido?”

Vituriano e Léo
São extremamente graves e contundentes as declarações, de um familiar muito próximo do prefeito Carlos Rafael, a respeito do deputado estadual Antonio Vituriano de Abreu e do ex-prefeito Léo Abreu. São de arrepiar todos os cabelos do corpo e se chegarem aos ouvidos de Vitu e Léo é negócio para morrer gente.

Vituriano e Léo
Seria uma ótima medida se o prefeito mandasse costurar, se tiver poder, a boca deste cidadão, como se costura boca de sapo para se fazer catimbó, senão seu projeto eleitoral para 2012 vai pro “beleleu”, porque sem o apoio do grupo que elegeu Léo, aonde ele vai arranjar votos?

As contas de 2008
A aprovação das contas do ex-prefeito Carlos Antonio, relativas ao ano de 2008 teve dois lances interessantes: o primeiro: o vereador Marcos do Riacho do Meio votou favorável na Comissão de Justiça e no plenário votou contra (o que teria acontecido nos bastidores para esta mudança de voto?), segundo: o vereador Lopão por votar favorável a aprovação foi detonado de forma implacável pelo pai do prefeito Carlos Rafael em uma das emissoras da cidade. Lopão foi eleito para ser oposição, mas tem sido um fiel aliado da atual gestão, mas não se sabe se depois desta “cacetada” se tudo vai continuar como “dantes no quartel de Abrantes”

Agradecimento
A coluna agradece as 51 faisqueiras enviadas esta semana para publicação, mas infelizmente no espaço só comporta, no máximo onze.

DIÁRIO DO SERTÃO com Gazeta do Alto Piranhas

ENTREVISTA

VÍDEO: Programa Psicologia no Ar recebe professor doutor de Cajazeiras pra falar sobre Psicologia Social

INTERVIEW

VÍDEO: Autor do filme “Memória Bendita” fala sobre os desafios de promover cultura na região de Sousa

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa: Em Continência ao Senhor Jesus com os membros da Igreja Fonte de Água da Vida

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na TV recebe diretamente do Rio Grande do Norte, Fábio Carvalho; CONFIRA!