header top bar

section content

Pesquisa revela grau de aprovação popular da gestão Carlos Rafael em Cajazeiras

Segundo a consulta, 61,91% dos cajazeirenses aprovam o trabalho desenvolvido pelo ptbista na terra do Padre Rolim.

Por

27/10/2011 às 09h12

Além dos números da corrida pela Prefeitura de Cajazeiras, a pesquisa OP-Data, encomendada pela revista Polítika, trouxe dados de como anda a aprovação da gestão do prefeito de Cajazeiras, Carlos Rafael (PSB), pré-candidato à reeleição, ante o eleitorado cajazeirense.

Segundo a consulta, 61,91% os cajazeirenses aprovam o trabalho desenvolvido pelo petebista na terra do Padre Rolim. Do lado contrário, 27,45% dos entrevistados afirmaram reprovar a gestão. Indecisos e aqueles que preferiram não opinar chegaram a 10,64%.

Em conversa com a reportagem do Diário do Sertão, o prefeito Carlos Rafael, vibrou com a notícia e disse que aprovação é fruto do trabalho que sua gestão vem desenvolvendo em Cajazeiras.

"O povo reconhece o que estamos fazendo em Cajazeiras, agradeço a todos pela aprovação de nossa administração". Disse.

Briga pela PMCZ – Quando o foco é a briga pela Prefeitura de Cajazeiras, os números mostram que o prefeito Carlos Rafael cresceu surpreendentemente 10,4%, encostando no ex-prefeito Carlos Antônio (DEM), que permanece na 1ª colocação, embora tenha sofrido uma queda de doze pontos percentuais, já que o ex-prefeto tinha em junho 54,4 e agora tem 42,4 .

Outro pré-candidato que despencou nas pesquisas foi o ex-deputado estadual Jeová Campos (PT), que caiu 6%.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
"TRAÍRA"

EXCLUSIVO: Rosilene rompe o silêncio, se solidariza com portais, diz estar arrependida em apoiar Amadeu na FPF e pede desculpas aos clubes

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Em Continência ao Senhor Jesus recebe os adoradores por excelência da Igreja Luz da Vida; Veja!

MARIA CALADO NA TV

Maria Calado na Tv recebe Guilherme Costa e Pisada do Chefe de Joca Claudino – PB; Confira!

EX-REITOR DA UFCG

VÍDEO: Thompson Mariz quer Ricardo no Senado e confirma João Azevedo para governador: “Não tem plano B”