header top bar

section content

NOTA! Padre esclarece polêmica após demitir 03 funcionários de paróquia em Sousa: “Procedimento comum”

No documento também consta que todos os direitos trabalhistas dos funcionários dispensados serão pagos

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

08/01/2018 às 10h15

Padre Cláudio Praxedes

O Padre Cláudio Praxedes, enviou nota ao Portal Diário do Sertão para esclarecer as demissões de três funcionários da Paróquia Santuário Eucarístico Bom Jesus Aparecido na cidade de Sousa.

Em entrevista ao Diário do Sertão, o jovem Carlos Henrique afirmou que exerceu a função de sacristão por 11 anos na paróquia, mas, o padre Cláudio ao chegar resolveu lhe afastar da função sem nenhum aviso prévio.

Na nota, o padre afirma que as demissões foram motivadas por um único e exclusivo fim de adequação financeiro-administrativa, e que esse procedimento foi absolutamente comum e necessário, diferente do que foi vinculado na mídia como: “boicote, retaliação, conspiração ou decreto episcopal”.

Veja também: Ex-sacristão fala sobre demissão e diz que padre agiu com covardia. VÍDEO!

No documento também consta que todos os direitos trabalhistas dos funcionários dispensados foram cuidadosamente calculados de acordo com a Lei Trabalhista.

Veja abaixo a nota completa:

Nota enviada pela Paróquia Bom Jesus

DIÁRIO DO SERTÃO

ENTREVISTA

No Xeque-Mate, corretor avalia que Cajazeiras é melhor do que Sousa para investir no mercado imobiliário

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe os membros da Associação dos ciclistas de Cajazeiras e região; Confira!

ADVERSÁRIOS ETERNOS

Breckenfeld diz que nunca será candidato a prefeito de São João nem aliado de Zé Aldemir: “Chance zero”

PSICOLOGIA & FILOSOFIA

Cajazeirense que vendia poesia pra pagar curso em SP fala sobre sonhos e objetivos no “Psicologia no Ar”