header top bar

section content

Arcebispo da PB diz que gays são perdoados mas, repudia comportamento: “Avacalhação”

Para Dom Aldo, os manifestantes usaram de provocação para tentar denigrir à fé cristã, além de terem exorbitado do direito de liberdade de opressão.

Por

30/06/2015 às 17h57

Arcebispo da PB diz que gays estão perdoados em nome de Deus

O arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagotto que esteve em Cajazeiras nesse sábado (27) falou a TV Diário do Sertão sobre a polêmica da Parada Gay em São Paulo onde foram usados símbolos religiosos para realizar a manifestação.

Para Dom Aldo, os manifestantes usaram de provocação para tentar denigrir à fé cristã, além de terem exorbitado do direito de liberdade de expressão, 'uma excrescência'.

Apesar de ter mostrado indignação com o fato, Dom Aldo disse que os praticantes da polêmica na Parada gay estão perdoados “em nome de Deus”, entretanto, afirmou que os cristãos não devem compactuar com tal comportamento.

“Não podemos concordar com avacalhação do maior símbolo da nossa fé para espetacularizar um comportamento ambíguo e suspeitoso”, disse ele.

Veja Vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
EMPODERAMENTO

VÍDEO: Associação dos Ciclistas de Cajazeiras promove neste final de semana pedal dedicado às mulheres

OUTRO LADO

Secretário de saúde diz que verbas federais serão mantidas e que o SAMU de Cajazeiras não vai fechar

PRECONCEITO

EM CAJAZEIRAS: Gari revela que as pessoas negam água e restaurantes proíbem entrada para comprar marmita

ABANDONADO

VÍDEO: Após saber da morte da mãe, homem passa fome nas ruas de Cajazeiras e faz apelo emocionante para voltar pra casa