header top bar

section content

Arcebispo da PB diz que gays são perdoados mas, repudia comportamento: “Avacalhação”

Para Dom Aldo, os manifestantes usaram de provocação para tentar denigrir à fé cristã, além de terem exorbitado do direito de liberdade de opressão.

Por

30/06/2015 às 17h57

Arcebispo da PB diz que gays estão perdoados em nome de Deus

O arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagotto que esteve em Cajazeiras nesse sábado (27) falou a TV Diário do Sertão sobre a polêmica da Parada Gay em São Paulo onde foram usados símbolos religiosos para realizar a manifestação.

Para Dom Aldo, os manifestantes usaram de provocação para tentar denigrir à fé cristã, além de terem exorbitado do direito de liberdade de expressão, 'uma excrescência'.

Apesar de ter mostrado indignação com o fato, Dom Aldo disse que os praticantes da polêmica na Parada gay estão perdoados “em nome de Deus”, entretanto, afirmou que os cristãos não devem compactuar com tal comportamento.

“Não podemos concordar com avacalhação do maior símbolo da nossa fé para espetacularizar um comportamento ambíguo e suspeitoso”, disse ele.

Veja Vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires