header top bar

section content

Médico e candidato a prefeito do Sertão continua recebendo alto salário sem trabalhar de hospital público

Com a comprovação da irregularidade, ele terá que devolver o valor corrigido aos cofres da Prefeitura.

Por Luzia de Sousa

27/09/2016 às 15h58 • atualizado em 27/09/2016 às 17h21

O médico terá que devolver os recursos aos cofres do município (Foto Ilustrativa)

O candidato a prefeito no município de São Bento, no Sertão do Estado, o médico urologista Jarques Lúcio da Silva II (DEM) recebeu quase R$ 15 mil, equivalente a dois meses de salários, sem trabalhar. Ele é servidor efetivo no Hospital Municipal Santa Isabel, em João Pessoa, e abandonou o trabalho para disputar a eleição.

Jarques Lúcio solicitou afastamento remunerado da função, mas a Prefeitura de João Pessoa negou o pedido e determinou seu retorno imediato às atividades. O médico ignorou a decisão e seguiu suas atividades de campanha há quase 400 quilômetros de distância de sua residência e do seu local de trabalho.

Com a comprovação da irregularidade, ele terá que devolver o valor corrigido aos cofres da Prefeitura.

A solicitação foi referente aos meses de julho, agosto e setembro. A Prefeitura abriu processo administrativo (nº 11.204/2016) sobre o caso. Entretanto, a Secretaria de Administração indeferiu o pedido, justificando que a legislação só admite esse tipo de licença quando a disputa ao cargo se dá no mesmo município em que o candidato exerce as suas atividades funcionais. O que não aconteceu no caso do médico Jarques.

Como não compareceu ao trabalho, ainda em agosto, a Prefeitura encaminhou ofício à casa de Jarques Lúcio comunicando a decisão e o convocando para reassumir a sua função de imediato, “com vistas à necessária regularização para com esta edilidade”. O mesmo teor foi comunicado a direção do Hospital Santa Isabel. Porém, até esta data, o servidor público não retornou ao trabalho e continua recebendo indevidamente.

Para se manter longe de suas obrigações profissionais, no dia 6 de setembro Jarques fez uma nova tentativa e encaminhou pedido de férias no período de 1º de setembro a 30 de setembro.

O outro lado
A reportagem do Diário do Sertão tentou ouvir o candidato, através de telefone, porém, sem êxito.

CONFIRA OS DOCUMENTOS

DIÁRIO DO SERTÃO com PB Agora

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan