header top bar

section content

Em matéria especial, especialista revela chances de chuvas em Cajazeiras, Sousa e Vale do Piancó

Para que haja um período chuvoso típico no começo de 2016, é preciso ocorrer mudanças drásticas no fenômeno El Niño

Por

19/12/2015 às 13h11

A reportagem da TV Diário do Sertão visitou o engenheiro agrônomo Adalberto Nogueira, principal especialista em climatologia na região, para saber quais as reais perspectivas de chuvas para os municípios de Cajazeiras, Sousa, e para a região do Vale do Piancó, constituída por 18 municípios.

E as notícias não são muito animadoras, de acordo com estudos de meteorologistas que foram apresentados por Adalberto à nossa equipe. Para que haja um período chuvoso típico no começo de 2016, é preciso ocorrer mudanças drásticas no fenômeno El Niño, mas as chances não são tão grandes.

Segundo Adalberto Nogueira, em todo o Sertão e Alto Sertão paraibano poderá ocorrer apenas chuvas aleatórias – muitas vezes sem intensidade – devido a vórtices ciclônicos. Mesmo assim esses vórtices devem cessar ainda neste mês de dezembro.

VEJA MAIS

► Pesquisadores apontam que chuvas podem voltar ao Sertão, mas só a partir de março

► Aesa diz que 2016 pode ser melhor para chuvas na Paraíba se oceano continuar aquecendo

Se ocorrer período chuvoso, será nos meses de março, abril e maio do próximo ano. A perspectiva de chuvas acima da média é 9%; chuvas dentro da média é de 13% e chuvas abaixo da média é de 65%.

Esse mesmo quadro se apresenta para a cidade de Sousa e para os municípios do Vale do Piancó. Em Sousa, destacou Adalberto, o impacto da falta de água é sentido fortemente na indústria. “Eu admiro a visão empresarial e a tenacidade que o sousense tem para empresas, mas, lamentavelmente, não tem o fator básico hoje que é exatamente a água”, disse.

Já no Vale do Piancó a situação é ainda pior, já que nessa região as principais fontes de renda são a agricultura e a pecuária. “Fora a questão agrícola, não tem outras alternativas no Vale do Piancó. É uma região meramente agricultável e não tem uma perspectiva”, ressaltou.

DIÁRIO DO SERTÃO

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan