header top bar

section content

Engenheiro mostra motivo de fedor na água em Cajazeiras e revela bairros mais afetados

De acordo com Adalberto, a recomendação é lacrar o poço. “Não se deve usar aquela água”, afirmou.

Por

08/06/2015 às 16h30

O engenheiro agrônomo Adalberto Nogueira falou nesta segunda-feira (08) para a TV Diário do Sertão sobre o odor diferente que a água de Cajazeiras vem apresentando nos últimos dias. Segundo ele, as pessoas têm reclamado inclusive do gosto da água.

De acordo com Adalberto, o alto teor de cloro na água não é culpa da Cagepa, mas sim, do Governo Federal. “Devia ser flúor no lugar de cloro, mas o Brasil não aderiu a essa mudança”, disse.

Veja também

Engenheiro diz que racionamento de água em Cajazeiras começou tarde, alerta que estiagem vai aumentar e prevê mais seca em 2016. Veja

Cagepa começa racionamento em Cajazeiras e Sousa; cidades ficarão 25 horas sem água

População e vereadores se revoltam com desperdício d’água em Cajazeiras. Veja!

O engenheiro falou também sobre as amostras de água de poços perfurados que tem recebido para análise. Adalberto fez um alerta de que, na zona urbana, principalmente no Centro da cidade, no bairro Santo Antônio e bairro da Esperança, foram encontradas grandes quantidades de nitratos e coliformes fecais nas águas dos poços.

“Somente os bairros mais afastados estão livres disso”, revelou.

De acordo com Adalberto, a recomendação é lacrar o poço. “Não se deve usar aquela água”, afirmou.

Assista a entrevista de Adalberto Nogueira a TV Diário do Sertão

DIÁRIO DO SERTÃO

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o professor Sérgio Cunha divulgando o IV Open paraibano de Karatê; Confira!

CASA NOVA

Locutor esportivo troca de emissora de rádio em Cajazeiras e revela mágoa: “Tomei uma pancada violenta”

NOVIDADES

VÍDEO: Novo padre da Paróquia São João Bosco confirma que pretende revitalizar a Praça Camilo de Holanda