header top bar

José Ronildo

section content

Mudanças nas Forças Armadas

11/04/2021 às 11h18

Novos comandantes das Forças Armadas: ao lado do presidente Jair Bolsonaro (Foto: Divulgação). - (Coluna de José Ronildo).

Por José Ronildo

O presidente Jair Bolsonaro não titubeou e demitiu o ministro da Defesa, General Fernando Azevêdo, culminando com o pedido de demissão dos comandantes do Exército, Marinha e Aeronáutica. O ministro da Defesa foi demitido após o presidente entender que ele não estava obedecendo suas ordens.

O presidente queria a demissão do General Paulo Sérgio, chefe do setor de saúde do Exército em função de uma entrevista, onde afirmou que a tropa estava se preparando para a terceira onda da Covid, com medidas criticadas pelo presidente, como uso de máscara e distanciamento social.

Para os analistas, Bolsonaro quer as forças armadas alinhada com suas ideias golpistas. O presidente, vez por outra deixa os comandantes das Forças Armadas numa situação constrangedora ao afirmar que só Deus o tira do Poder e que conta com o apoio das forças.

Sua vontade era ter uma Polícia Federal e até Militar sob suas ordens e não se conforma quando é contrariado pelo Supremo, que em duas oportunidades afirmou que os governadores têm autonomia para fechar comércio e até cidades, com o intuito de combater o novo coronavírus. O presidente conta com o apoio de muitos apoiadores para um golpe militar no País, fechando o STF e o Congresso, que estariam atrapalhando o seu governo.

Muitos acreditam que se Bolsonaro perder a eleição, principalmente para esquerda ele vai tentar com todas as suas forças, permanecer no Poder, por meio de um golpe. Os oficiais das forças armadas resistem a ideias golpistas.

Prestígio
O fato do deputado federal Agnaldo Ribeiro ter assumido a liderança da maioria na Câmara dos Deputados reacendeu as esperanças do prefeito José Aldemir em reconquistar o prestígio junto ao Governo Federal, como aconteceu no final do governo Temer, oportunidade em que Aldemir “arrancou” recursos para o recapeamento asfáltico de ruas e avenidas da cidade; CDI e os 600 apartamentos. No governo Bolsonaro as coisas não foram tão fáceis e o prefeito já esteve em Brasília algumas vezes e voltou de mãos abanando.

Agradecimento
O deputado estadual Júnior Araújo não escondeu sua alegria e gratidão, após o anúncio por parte do governador João Azevedo da pavimentação da rodovia ligando Carrapateira a Nazarezinho; São José de Piranhas a Serra Grande; recuperação da rodovia Wilson Braga no Vale do Piancó e principalmente, a abertura da João de Sousa Maciel.

Câmara
O salário de um vereador em Cajazeiras é de R$ 8 mil, no momento. Se não fosse a pandemia teria ido para R$ 12 mil. O presidente ganha R$ 10 mil. O Poder Legislativo tem apenas 13 funcionários efetivos e 83 comissionados. A Prefeitura repassa todo dia 20, pouco mais de R$ 452 mil reais. Por sua vez, em plena pandemia três vereadores já foram contemplados com diárias, alegando que fizeram viagens a João Pessoa para encaminhamentos de pleitos da cidade.

José Ronildo

José Ronildo

Redator do Jornal Gazeta, Radialista e apresentador do Microfone Aberto da Rádio Alto Piranhas

Contato: altopiranhas@uol.com.br

OPINIÃO SOBRE CRIMINALIDADE

VÍDEO: Pré-candidato à presidência diz que governantes são coniventes com drogas e armas nas comunidades

COMPLICADO

VÍDEO: Vereador afirma que é difícil encontrar o prefeito de Itaporanga na cidade e faz denuncias

COMPLICADO

VÍDEO: Prefeito de cidade da região de Patos desconhece dados da pandemia da Covid-19 e sobre vacinação

LUTO

VÍDEO: Tio de Jeová, ex-vice-prefeito de Cachoeira morre aos 80 anos; políticos prestam homenagens

José Ronildo

José Ronildo

Redator do Jornal Gazeta, Radialista e apresentador do Microfone Aberto da Rádio Alto Piranhas

Contato: altopiranhas@uol.com.br

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!