header top bar

section content

Ricardo ministra palestra sobre gestão e desenvolvimento econômico em seminário no Rio Grande do Norte

Em sua palestra, o governador Ricardo Coutinho agradeceu a oportunidade de participar do evento,

Por Secom

19/11/2018 às 15h21 • atualizado em 19/11/2018 às 15h26

O governador proferiu uma palestra abordando temas como a gestão pública na Paraíba, desenvolvimento econômico, equilíbrio fiscal e apresentou alguns programas que levaram à melhoria dos indicadores do Estado

O governador Ricardo Coutinho foi um dos palestrantes da 36ª edição do Seminário Motores do Desenvolvimento do Rio Grande do Norte, realizado nesta segunda-feira (19), na Casa da Indústria, em Natal. No evento, que tem como tema “Caminhos do Brasil e do RN na Gestão Pública”, o governador proferiu uma palestra abordando temas como a gestão pública na Paraíba, desenvolvimento econômico, equilíbrio fiscal e apresentou alguns programas que levaram à melhoria dos indicadores do Estado. O bom desempenho da gestão do Governo do Estado motivou o convite feito pelos organizadores do seminário ao governador.

Também foram palestrantes a governadora eleita do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, e o jornalista e sociólogo, William Waack. A abertura do seminário foi feita pelo presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern), Amaro Sales de Araújo. O evento é promovido pela Empresa Jornalística Tribuna do Norte, juntamente com RG7 Invest, Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern), Sistema Fecomércio, Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Funpec e Ministério Público do Rio Grande do Norte.

36ª edição do Seminário Motores do Desenvolvimento do Rio Grande do Norte

Em sua palestra, o governador Ricardo Coutinho agradeceu a oportunidade de participar do evento, falou sobre medidas adotadas para que o Estado evoluísse e comentou que a experiência da Paraíba pressupõe a responsabilidade fiscal, econômica, social e democrática. “Ao mesmo tempo, houve um aumento significativo na capacidade de investimento do Estado, porque tiramos da atividade meio e colocamos para a ponta. Essa não é uma operação fácil, porém fizemos. Tiramos muito de custeio, da atividade meio para botar em investimentos, com isso a Paraíba melhorou todos os seus indicadores e a tendência é que este processo continue”, afirmou.

O governador também comentou que a Paraíba tinha, antigamente, uma relação reduzida com a questão do investimento público. “Não se fazia investimentos com recursos próprios, porque ele era pouco significativo quando comparado ao FPE (Fundo de Participação dos Estados) e ao mesmo tempo era um Estado que gastava muito mal. Nós conseguimos melhorar a qualidade do gasto, priorizamos os investimentos, cortamos gastos e aprimoramos a arrecadação”, falou.

Ele também relatou alguns investimentos em áreas específicas que trouxeram bons resultados e contribuíram para o desenvolvimento do Estado. “Investimos para melhorar as estradas, foram cerca de 2.700 km de estradas implantadas, investimos para levar segurança hídrica para as regiões, construímos 1.500 km de adutoras, ou seja, um volume muito alto. Se juntarmos estradas e água, temos algo fundamental para a questão dos investimentos. Na educação, tiramos o estado que não tinha nenhuma escola de ensino integral em 2010, para 100 existentes atualmente e no ano que vem serão 150. Não tinha nenhuma escola técnica estadual, agora são 46 e este número também será ampliado em 2019”, frisou.

E ainda acrescentou: “No que diz respeito à segurança, nós mais que duplicamos, em relação à inflação, os salários dos policiais. Investimentos em estrutura, equipamentos e na melhoria da qualidade de vida do profissional da segurança. Ainda conseguimos reduzir, pelo 7º ano consecutivo, o número de homicídios”, pontuou.

Ricardo Coutinho na 36ª edição do Seminário Motores do Desenvolvimento do Rio Grande do Norte

Durante a palestra, o chefe do Executivo Estadual também enfatizou o papel do programa Empreender-PB, que estimulou a micro e pequena economia, dando chances para que os empreendedores pudessem abrir ou ampliar seus negócios. Foram mais de R$ 148 milhões liberados para 27 mil empreendedores de 202 municípios, fomentando a economia paraibana.

Ricardo Coutinho também destacou a relevância da participação do povo nas plenárias do Orçamento Democrático Estadual, que aconteceram em todas as regiões paraibanas, dando oportunidade para que a população escolhesse as prioridades de cada área. 280 mil pessoas participaram das audiências regionais realizadas durante a gestão. “O Orçamento Democrático é um espaço de fortalecimento da democracia e ajudou a eleger as demandas prioritárias para a população”, observou o governador.

“Eu creio que as condições estruturais do Estado evoluíram bastante nos últimos anos. O próximo governador, João Azevêdo, vai receber um Estado equilibrado, com incentivos fiscais, com políticas públicas importantes, obras estruturantes e investimentos que vêm mudando a realidade paraibana”, finalizou Ricardo Coutinho.

VÍDEO

Músico dá show no Acústico Diário e anuncia novo CD de trabalho; ele contou sobre o início da carreira

57 ANOS

VÍDEO: Prefeito prepara obras para serem entregues no dia da cidade em Santa Helena e convida população

MAIS UMA ESPECIALIDADE

VÍDEO: Clínica de Cajazeiras conta agora com médico especialista em doenças do intestino, reto e ânus

EPISÓDIO 14

VÍDEO: Coisas de Cajazeiras mostra trajetória do ex-prefeito Chico Rolim e fala de segurança no trabalho