header top bar

section content

UFPB e Embrapa desenvolvem produto a partir de planta para matar mosquito da dengue e suas larvas

A pesquisa está em sua fase final e o que está sendo realizado pelos pesquisadores no momento é a análise toxicológica.

Por Luzia de Sousa

21/07/2019 às 08h56 • atualizado em 20/07/2019 às 11h56

Em João Pessoa, capital paraibana, pesquisadora da Universidade Federal da Paraíba descobriu um veneno a base de planta, o sisal, que mata mosquito e larva do aedes aegypti.

Desde 2012, os pesquisadores estão desenvolvendo o produto a base do suco do sisal, que foi usado para matar carrapato em bois.

A pesquisadora Fabíola Cruz explicou que a ação do suco do sisal é muito rápida para matar a larva. “Quanto maior a concentração mais rápido é o efeito”.

A pesquisa está em sua fase final e o que está sendo realizado pelos pesquisadores no momento é a análise toxicológica. Já em Campina Grande, a pesquisa é desenvolvida pela Embrapa.

DIÁRIO DO SERTÃO com vídeo do G1

Recomendado para você pelo google

FICOU PRESO ÀS FERRAGENS

PRF conta detalhes do acidente que vitimou vendedor da Região de Cajazeiras e deixou mulher ferida

VÍDEO

Aliado do governador bate de frente com presidente da CDL e garante funcionamento do IPC em Cajazeiras

NOVOS RUMOS

VÍDEO: Em Patos, assembleia da Paraíba debate sustentabilidade e desenvolvimento regional no Sertão

SUCESSO

VÍDEO: Mensagem Empresarial mostra história de um dos maiores empresários e empreendedores de Cajazeiras