header top bar

section content

UFPB e Embrapa desenvolvem produto a partir de planta para matar mosquito da dengue e suas larvas

A pesquisa está em sua fase final e o que está sendo realizado pelos pesquisadores no momento é a análise toxicológica.

Por Luzia de Sousa

21/07/2019 às 08h56 • atualizado em 20/07/2019 às 11h56

Em João Pessoa, capital paraibana, pesquisadora da Universidade Federal da Paraíba descobriu um veneno a base de planta, o sisal, que mata mosquito e larva do aedes aegypti.

Desde 2012, os pesquisadores estão desenvolvendo o produto a base do suco do sisal, que foi usado para matar carrapato em bois.

A pesquisadora Fabíola Cruz explicou que a ação do suco do sisal é muito rápida para matar a larva. “Quanto maior a concentração mais rápido é o efeito”.

A pesquisa está em sua fase final e o que está sendo realizado pelos pesquisadores no momento é a análise toxicológica. Já em Campina Grande, a pesquisa é desenvolvida pela Embrapa.

DIÁRIO DO SERTÃO com vídeo do G1

Recomendado para você pelo google

CULTURA

Professoras da UFCG de Cajazeiras lançam livro sobre ‘Ética, Bioética e Controle Social da Ciência’

RELIGIÃO

VÍDEO: Festa de Nossa Senhora da Guia, padroeira de Patos é oficialmente lançada. Confira a programação!

SOLUÇÃO

VÍDEO: Continuando série sobre o lixão, Xeque Mate fala de ações para resolver problemática do lixão

VÍDEO

RESGATANDO VIDAS: Missionário revela exemplo de superação em Cajazeiras após libertação das drogas