header top bar

section content

OPORTUNIDADE: UFCG abre vagas para Mestrado Acadêmico em Educação; saiba como concorrer aqui!

Serão admitidas inscrições de candidatos que, não possuindo o diploma exigido no ato da inscrição, apresentem certidão ou declaração.

Por Luzia de Sousa

15/09/2018 às 15h52

Universidade Federal de Campina Grande (Foto: Leonardo Silva/Jornal da Paraíba)

A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em educação da Universidade Federal de Campina Grande abriu edital para o Processo de Seletivo da terceira turma do Curso de Mestrado Acadêmico em Educação para o primeiro semestre de 2019.

UFCG vai selecionar candidatos interessados nas seguintes linhas de pesquisa: Linha 1 –História, Política e Gestão Educacionais;
Linha 2 –Práticas Educativas e Diversidade.

Poderão concorrer ao Processo Seletivo para o Curso de Mestrado Acadêmico em Educação portadores de diploma de curso de graduação de duração plena, reconhecido pelo MEC.

Serão admitidas inscrições de candidatos que, não possuindo o diploma exigido no ato da inscrição, apresentem certificado, certidão ou declaração de conclusão do curso de graduação.

DAS VAGAS
Serão oferecidas 35 (trinta e cinco) vagas, distribuídas nas duas linhas de pesquisa, sendo 15 (quinze) para a Linha 1 e 20 (vinte) para a Linha 2.

As linhas de pesquisa do PPGEd/UFCG e respectivas ementas, o quadro de docentes, a disponibilidade de vagas e as referências sugeridas são apresentados nos Anexos I e II deste Edital.

Não há obrigatoriedade do preenchimento das vagas ofertadas, caso o número de candidatos aprovados seja inferior ao total definido no item cinco deste Edital.

PORTAL DIÁRIO

Recomendado para você pelo google

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Ciro diz que Ricardo ‘prejudicou-se na sucessão’, mas elogia Azevêdo: “Seria uma honra no PDT”

PREOCUPADO

VÍDEO: Na Semana dos Pobres, bispo de Cajazeiras diz que “pobreza se avoluma cada vez mais nas cidades”

A OBRA PAROU?

Ex-vereador denuncia que terminal rodoviário de Sousa está abandonado: “Prefeito Tyrone não está nem aí”

PROJETO DE LEI

VÍDEO: Comentarista diz que críticas ao leilão de imóveis da Prefeitura de Cajazeiras é ‘politicagem’