header top bar

section content

7 dicas para ser um bom gestor

Ser um líder não é uma tarefa fácil. Para ser um bom gestor, é necessário muito estudo e comprometimento.

Por Link Building Assistant

23/08/2019 às 21h29 • atualizado em 23/08/2019 às 21h31

7 dicas para ser um bom gestor

Quem nunca ouviu falar sobre as inúmeras formas de ser um bom gestor, não é mesmo? Desde manter os colaboradores bem disciplinados, dispor de uma postura simpática e que motiva os demais, estar acessível e ouvir os subordinados: estas são algumas das qualidades que não podem faltar para um bom gestor.

Apesar destas qualidades serem indicadas como essenciais, muitos gestores preferem manter aquele comportamento mais arisco, impondo a hierarquia e comandando o escritório a pulso firme. Tem gente, inclusive, que tem até medo de passar por frente à sala do chefe, simplesmente, porque ele é um cara carrancudo e mal humorado.

Mas, então, quais seriam as qualidades indispensáveis para ser um bom gestor? Veja, a seguir, tudo sobre um gestor de excelência!

1. Objetividade e justiça

Uma das características mais importantes em todo gestor é mostrar objetividade, ou seja, não fazer muitos rodeios e nem confundir os funcionários com comandos confusos.

Além disso, é necessário ser justo e basear qualquer tipo de decisão em fatos e não boatos. Existem gestores que criam afinidade com alguns e acabam considerando somente o que estes dizem, o que é um grande erro.

2. Converse frequentemente, frente a frente

Outra característica muito importante de bons gestores é o diálogo franco e aberto com os seus colaboradores. Muitas vezes, o gestor acha que está sendo claro, que o seu comando é simples e óbvio demais e, por isso, não deve explicar as situações para o empregado.

Mas, para evitar qualquer mal-entendido e para garantir que todos sejam compreendidos, é essencial que os gestores conversem frequentemente e “frente a frente” com seus funcionários.

É importante ser franco e sincero e, mais que isso, garantir que o funcionário tenha a sua voz ouvida. Ou seja, é muito importante que ele sinta que faz parte da equipe e que está sendo percebido e levado em consideração.

3. Ande pela empresa

Bons gestores caminham pela empresa. Isto é, ficam próximos aos seus funcionários, e, principalmente, conhecem tudo o que está acontecendo a seu redor. Estar presente é uma maneira de mostrar liderança.

Em um simples caminhar, você poderá perceber gente feliz, gente triste, brava e um universo de pessoas diferentes. Mas este contato permite que a pessoa conheça os recursos humanos que tem e que entenda a complexidade do grupo.

4. Seja quem você realmente é

Os colaboradores precisam ter confiança em seus chefes. Para isso, os líderes não podem ser “duas caras”, nem fazer joguinhos de dissimulação. Os funcionários acabam percebendo atitudes como “puxa-saquismo” e mudanças repentinas na personalidade e isso não passa confiança.

É muito importante que os gestores sejam quem são: humanos. Tem dias que estamos mais tristes, preocupados; em outros, queremos rir e nos comunicar. É indispensável que os chefes respeitem a própria humanidade, mas que não façam jogos duplos e sejam sinceros e honestos com seus subordinados.

5. Deixar o escritório mais acessível

Ter um cuidado com o escritório também ajuda a melhorar a gestão. Isto porque, quando você mantém uma sala que convida os funcionários a tirarem dúvidas e a buscarem soluções com o gestor, os colaboradores acabam sendo incentivados a isso. Consequentemente, não terão receios em entrar na sala do gestor.

Mantenha os móveis sempre bem organizados, confortáveis e bem decorados. O ambiente deve prezar por uma mobília sofisticada, que traga a sensação agradável para quem quiser entrar e conversar com o gestor.

É necessário ter um ambiente sóbrio, mas alegre. Ou seja, cadeiras confortáveis e bem arranjadas, pintura em dia, elementos de decoração discretos, mas que transmitam a ideia de que ali é o espaço do gestor.

6. Incentive os seus funcionários

O gestor deve sempre incentivar os seus colaboradores a atingirem os melhores resultados, mas também a se desenvolverem. Isso mantém a equipe motivada e concentrada em seus objetivos.

Com a dose certa de motivação, o trabalho acontece naturalmente, sem estresse ou condições que atrapalham o bom rendimento de todos. É importante medir este incentivo para não virar pressão ou coisas do gênero.

7. Seja o exemplo!

Outra boa dica para se tornar um bom gestor é cobrar aquilo que você faz. Não adianta ordenar que a equipe seja responsável, pontual e respeitosa, se as suas atitudes são contrárias a isso. Um gestor que chega atrasado, que se atrapalha em questões que precisam ser organizadas, não pode cobrar pontualidade e organização dos colaboradores.

Ser o exemplo sempre será o melhor ensinamento para com os seus funcionários. Um bom gestor sabe como se comportar para poder cobrar.

Recomendado para você pelo google

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Ciro diz que Ricardo ‘prejudicou-se na sucessão’, mas elogia Azevêdo: “Seria uma honra no PDT”

PREOCUPADO

VÍDEO: Na Semana dos Pobres, bispo de Cajazeiras diz que “pobreza se avoluma cada vez mais nas cidades”

A OBRA PAROU?

Ex-vereador denuncia que terminal rodoviário de Sousa está abandonado: “Prefeito Tyrone não está nem aí”

PROJETO DE LEI

VÍDEO: Comentarista diz que críticas ao leilão de imóveis da Prefeitura de Cajazeiras é ‘politicagem’