header top bar

section content

Apresentadora da globo está namorando ator quase 30 anos mais jovem; veja!

Cissa Guimarães e Diogo Almeida têm sido vistos constantemente

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

14/09/2016 às 11h41

Cissa Guimarães e Diogo Almeida fazem compras numa padaria (Foto: Cristiana Silva)

O coração de Cissa Guimarães, a garota que quebra o coco, mas não arrebenta a sapucaia, está batendo mais forte. A atriz e apresentadora tem sido vista constantemente na companhia de Diogo Almeida. O rapaz também é ator e tornou a vida de Cissa mais colorida. Discreta, ela ainda não assumiu publicamente a relação.

Cissa é 28 anos mais velha que Diogo. Ela tem 59, ele, 31. O que deixou alguns amigos surpresos, já que a atriz sempre se relacionou com homens da sua geração ou mais velhos. Ela foi casada com Paulo César Pereio, hoje com 75 anos, Raul Mascarenhas, de 63, e João Batista Figueira de Mello, também na faixa dos 60 anos.

Quem sabe do romance, que começou há pouco tempo, torce para os dois. Diogo também mantém a discrição sobre o relacionamento. Cissa e Diogo foram apresentados por amigos em comum e frequentam o Lar de Frei Luiz, onde ele também é voluntário. Cissa não assume uma relação desde 2012, quando voltou a namorar o ex-marido, João Batista.

Cissa Guimarães e Diogo Almeida têm sido vistos constantemente.

Cissa Guimarães e Diogo Almeida têm sido vistos constantemente Foto: Cristiana Silva
Diogo começou a carreira no “Nós do Cinema” e em 2008 fez sua estreia na TV, como o Rudolph de “Duas caras”. O trabalho mais recente foi no longa “A frente fria que a chuva traz”, de Neville de Almeida.

Extra

Tags:
QUARTO EPISÓDIO

Em homenagem ao Dia das Crianças, programa Coisas de Cajazeiras entrevistou uma turma esperta e antenada

EMOÇÃO E REVOLTA

VÍDEO: Após um ano e três meses, Victória Albuquerque é sepultada sob lágrimas e protestos em Cajazeiras

CRISE?

VÍDEO: Empresário afirma que tem vagas de emprego em Cajazeiras, mas faltam profissionais capacitados

DIRETO AO PONTO

Eleitos em Cajazeiras devem se comprometer com aeródromo, estrada de Boqueirão e hospital, diz colunista