header top bar

section content

Andressa Urach defende a submissão feminina: ‘Mulher nasceu para servir ao homem’

Ela ainda comenta sobre o movimento de mulheres que buscam a igualdade de gênero e dispara: “Essa coisa de ser muito feminista, não dá”, afirmou a ex-miss bumbum.

Por Priscila Belmont

10/07/2017 às 09h04

Andressa Urach e Luciana Gimenez (Foto: Divulgação)

Convertida ao cristianismo, Andressa Urach defendeu a submissão das mulheres em relação aos maridos em papo com a apresentadora Luciana Gimenez: “A mulher nasceu para servir e dar carinho. Se o marido não gosta de algum comportamento ou roupa, por que eu não vou concordar com ele, se sei que ele quer o melhor para mim? Já o homem é o líder, a cabeça da relação. Com carinho e jeitinho, não precisamos impor nada, conseguimos tudo o que quisermos de um homem se soubermos lidar com ele”.

Ela ainda comenta sobre o movimento de mulheres que buscam a igualdade de gênero e dispara: “Essa coisa de ser muito feminista, não dá”, afirmou a ex-miss bumbum.

Com uma biografia lançada em 2015, a qual já vendeu mais de 500 mil cópias, a bela conta que não se sentiu bem ao escrever a obra, que traz momentos difíceis de sua trajetória. “Meu passado é vergonhoso e é muito difícil falar dele. Tive náuseas e passei mal por ter que lembrar de alguns momentos para escrevê-lo”, comenta ela, ao revelar que fez o livro não para ganhar dinheiro, mas sim para salvar almas.

Extra

DEPENOU O GALO

VEJA OS GOLS: Atlético de Cajazeiras vence o Treze de Campina e assume a liderança isolada do Paraibano

NA TELA DA TV DIÁRIO

Diário Esportivo traz tudo sobre a 2ª rodada do Paraibano; Tático narra gol da vitória do Atlético

SE CUIDE!

VÍDEO: No Janeiro Branco, Diversidade em Foco promove uma ‘Conversa sobre suicídio e como evitá-lo?’

RECONHECIMENTO

Prefeito de Sousa garante ajuda mensal ao médico cubano: “Eu irei ajudá-lo em todos os momentos”