header top bar

section content

Produção de Márcia Fellipe poderá ser acionada judicialmente por atraso no carnaval de Cajazeiras

A prefeitura quer devolução do cachê que teria sido de R$ 138 mil, pago à artista.

Por Luzia de Sousa

17/02/2018 às 20h46

Cantora foi contratada para o carnaval da cidade

A prefeitura de Cajazeiras poderá acionar judicialmente a produção da cantora Márcia Fellipe para requerer a devolução do cachê que teria sido de R$ 138 mil, pago à artista, por suposta quebra de contrato, durante a apresentação nesse domingo de carnaval, 11 de fevereiro.

De acordo com a assessoria de imprensa do prefeito José Aldemir (PP), a assessoria jurídica já estuda essa possibilidade, pois estaria previsto para cantora chegar à meia-noite e iniciar o show à 1h40mim, mas ela só subiu ao palco depois da 3 horas da madrugada.

As informações dão conta que o contrato com a artista estava previsto para ela ser a segunda atração da noite, depois de um show em Caicó, no Rio Grande do Norte, mas a produção teria descumprido o compromisso e Márcia Felipe teria se apresentado em duas cidades antes de chegar a Cajazeiras.

SHOW DIÁRIO 

FASE DE 'ÓCIO'

VÍDEO: Aposentado, jornalista da PB cita ex-colegas da imprensa que ele admira e diz se pretende voltar

GOVERNADOR ELEITO

VÍDEO: Azevêdo diz que apesar de Sousa não eleger nenhum deputado, cidade terá representante no governo

AGRADECIMENTOS

VÍDEO: Em show após morte do pai, cantor cajazeirense emociona ao contar trajetória e apoio da família

SE POSICIONANDO

Líder católico de Cajazeiras grava vídeo fazendo apelo para não votarem em Bolsonaro “pelo amor de Deus”