header top bar

section content

Outro cantor sertanejo contrata motorista indiciado por morte de Cristiano Araújo e declara: ‘Cara bacana’

Sertanejo, que faz dupla com Bruno, afirmou que Ronaldo Miranda merece segunda chance

Por

07/10/2015 às 07h35

O cantor Marrone disse que o jovem merece uma segunda chance (Foto: Instagram)

Ronaldo Miranda, que dirigia o carro de Cristiano Araújo no acidente que vitimou cantor e a namorada, Allana Morais, em junho deste ano, recebeu uma nova oportunidade. Apesar de ter sido indiciado pela morte do casal, o motorista foi contratado por outro sertanejo. Marrone, da dupla com Bruno, decidiu dar um emprego para ele.

"O Ronaldo é um amigo meu. Já o conhecia desde quando trabalhava com o Cristiano. É um cara bacana, a gente já tinha uma amizade bacana, toda semana jogava bola juntos, eu, ele e o Cristiano. O Cristiano amava ele, ele amava o Cristiano, então tudo o que aconteceu foi uma fatalidade. O Ronaldo é uma pessoa do bem, tem família para cuidar, então ele merece uma chance. O Brasil inteiro tá apoiando ele, dando carinho. Ele não tem culpa de nada disso que aconteceu. Ele está como meu secretário, fazendo tudo, e dirige também", disse Marrone – que já havia relatado sonho que teve com Cristiano – em entrevista ao "TV Fama", da RedeTV!, nesta segunda-feira (5).

Bruno ainda brincou com o novo funcionário de Marrone. "Ao invés de tirar foto sozinho, ele arrumou um parceiro para tirar foto com ele. Todo mundo quer tirar foto com o Ronaldo. Virou celebridade", disse Bruno em tom de brincadeira. A repórter seguiu com o clima descontraído e disse que Ronaldo ia pegar o seu lugar na dupla. "Ele canta bem?", quis saber. "Graças a Deus não (risos)", respondeu o sertanejo.

Em recente entrevista, Ronaldo Miranda se emocionou ao falar do acidente ao programa "Domingo Show", da Record. De acordo com o motorista, ele e Cristiano se conheceram há quatro anos e, desde então, ele virou não só motorista, como amigo pessoal do artista. "Ele era meu irmão, amigo, companheiro. Tudo o que se passava ele dividia comigo", afirmou Ronaldo, entre lágrimas.

Segundo ele, antes de o carro capotar, ouviu o barulho de um pneu furado, e voltou a assumir que estavam a mais de 130 km/h. Ronaldo também explicou que após o carro capotar acredita ter ficado desacordado por menos de um minuto e que acordou quando o resgate o tirava do veículo.

Já no hospital em Goiânia, Ronaldo ficou em uma UTI e soube da morte do amigo através da TV. "Tinha uma TV ligada em frente a outra cama e quando olhei pro lado vi a foto do Cristiano e a notícia da morte. Não acreditei, queria sair dali, tirar o soro", lamentou, chorando. "A cruz que Deus me deu foi muito pesada. A vontade de Deus é maior, não dá pra contestar, mas só lá na frente, com o tempo, a gente deve entender", disse.

Caroline Moliari

Tags:

VÍDEO: Psicologia no Ar recebe diretores e psicóloga de organização que promove cidadania em Cajazeiras

NOVIDADES

Xeque-Mate visita lançamento do novo plano da Eletrosorte, que firmou parceria com gigante dos seguros

FUTEBOL DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Dirigentes e ex-jogadores relembram histórias marcantes do Duque de Caxias, que completou 50 anos

VÍDEO: Programa de rádio que é sucesso na região de Campina fecha parceria com emissora de Cajazeiras