header top bar

section content

Andressa Urach diz que sofreu abuso sexual do avô: ‘minha avó presenciou, ela viu tudo’

Em entrevista à revista Sexy, a apresentadora falou sobre tudo o que aconteceu no passado

Por

03/10/2015 às 13h55

Agora evangélica, Andressa fez sua biografia onde conta tudo (Foto: Rogério Voltan / Divulgação)

Mesmo depois de se converter à religião evangélica, Andressa Urach continua colecionando polêmicas. A ex-vice Miss Bumbum , que recentemente publicou seu livro de memórias, foi entrevistada pela revista Sexy e falou sobre o abuso sexual que sofreu do avô, que ela afirma ter sido presenciado pela avó.

“A minha avó presenciou ele me tocando. Ele falava coisas horríveis: me ameaçava e tinha um barrigão. Ele dizia: 'Vovô ta grávido. Olha o pezinho do nenê saindo, dá um beijinho'. Começo a falar e já me dá embrulho", comentou Andressa em entrevista.

Sobre o polêmico caso de sexo oral com um cachorro, a apresentadora contou que se envergonha do acontecimento, mas que resolveu contar porque isso é normal no interior. "Eu recebi sexo oral e é horrível", comentou.

Quando perguntada sobre o hidrogel, que quase a levou à morte, Urach afirmou que o médico havia prometido que o líquido seria absorvido, o que não aconteceu. “Se soubesse (que isso ia acontecer), não teria gastado o que gastei. Jamais teria aplicado. Pra mim, esse procedimento era o fim dos meus problemas, porque eu tomei anabolizante, fiquei com voz grossa, tive que fazer cirurgia íntima por causa do anabolizante", contou a apresentadora afirmando que a preocupação continua.

Terra

Tags:
SHOW AO VIVO

VÍDEO: Banda da cidade de Baixio, no Ceará, agita o programa Balanço Diário com sucessos do forró

PROGRAMA PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Professora e alunos falam sobre a importância da campanha Setembro Amarelo para prevenir suicídio

SETEMBRO AMARELO

VÍDEO: Médico psiquiatra e padre de Cajazeiras debatem sobre causas, efeitos e prevenção ao suicídio

ENTREVISTA

VÍDEO: Pastor declara que católicos e evangélicos do Brasil devem se unir contra partidos de esquerda