header top bar

string(11) "show-diario"

section content

Google é liberado pela justiça em pesquisas de fotos nua de Xuxa

A decisão foi tomada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) depois de uma ação movida pela apresentadora contra o site de buscas

Por

18/09/2015 às 08h30

O Google recebeu a permissão na Justiça de divulgar, em resultados de pesquisa, imagens e vídeos em que Xuxa apareça nua ou encenando atos sexuais. A decisão foi tomada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) depois de uma ação movida pela apresentadora contra o site de buscas.

Em outubro de 2010, Xuxa entrou com ação para que o Google não mostrasse na busca qualquer link que a relacionasse com sites de "pornografia" e "pedofilia". Isso porque, em 1979, a apresentadora, que na época tinha apenas 16 anos, estrelou o filme "Amor Estranho Amor", no qual aparece mantendo relações sexuais com um menino de 12 anos.

Segundo informações da Folha de S. Paulo, na decisão, que se estende a outras companhias de buscas, o Tribunal de Justiça entendeu que esse tipo de site não pode ser obrigado a limitar os resultados, que são meios de acesso ao conteúdo, mas não são responsáveis pelas publicações. A apresentadora ainda pode recorrer.

IBahia

Tags:
ASSISTA

VÍDEO: ‘Mensagem de Esperança’ debate o mundo e o mal, sexo e outros temas

PARTICIPE!

VÍDEO: Gerente do Sebrae fala de revolução tecnológica em feira de Cajazeiras e convida empreendedores

PLANOS E METAS

VÍDEO: Cantor explica como pretende administrar o Atlético e declara que o problema do clube é político

CAMPEONATO PARAIBANO 2019

VÍDEO: Após vistoria técnica, representantes da CBF elogiam o estádio Perpetão: “É um dos melhores”