header top bar

string(11) "show-diario"

section content

Motorista de Cristiano Araújo será indiciado por homicídio culposo por morte do cantor e namorada

Para a polícia, Ronaldo Miranda é culpado pela morte do cantor sertanejo Cristiano Araújo.

Por

10/09/2015 às 07h40

O laudo oficial sobre o acidente que matou o cantor Cristiano Araújo ainda não saiu. Porém, especialistas em segurança no trânsito garantem que o motorista Ronaldo Miranda responderá por homicídio culposo, ou seja, quando não há intenção de matar. Ronaldo assumiu o risco a partir do momento em que não respeitou os limites da via que era de 110km.

Além de motorista, Ronaldo também era segurança de Cristiano e foi bastante criticado por não prezar pela "segurança" do próprio "patrão". Cristiano e Allana que morreram no acidente, estavam sem os cintos de segurança, já Ronaldo e Victor, empresário do cantor, estavam usando, e só escaparam com vida por causa do cinto. Apesar de ter alegado problemas na roda do veículo, o motorista não convenceu. A velocidade foi determinante para o óbito de Cristiano e sua namorada. Técnicos da montadora Land Rover fizeram a retirada dos dados da "caixa preta" do carro do cantor que revelou que no momento do acidente, Ronaldo estava dirigindo a 179km/h. 

Segundos declarações de especialistas, se o motorista tivesse respeitado os limites da via, as chances de ter conseguido controlar o carro talvez seriam bem sucedidas. Com a velocidade que Ronaldo conduzia o veículo, até um cascalho na pista poderia provocar um acidente. O código de trânsito brasileiro define como crime de direção perigosa quando o condutor do veículo não respeita os limites de velocidade. No caso do motorista, ele deverá responder pelo crime de homicídio culposo, pela morte de Cristiano Araújo e de Allana Moraes, somando as penas, poderá pegar até 8 anos de prisão. Provavelmente, Ronaldo deverá responder em liberdade.

No Brasil, a velocidade máxima permitida é de 110 km/h, pois a legislação entende que não há estradas em perfeitas condições e correr acima disso é risco de vida eminente. Peritos afirmam que o acidente de Cristiano foi um "capotamento", por isso quem estava com cinto escapou e se tivesse ocorrido uma colisão frontal na velocidade em que o carro estava, as chances de sobrevivência de todos seriam remotas.

Blasting News

Tags:
PLANOS E METAS

VÍDEO: Cantor explica como pretende administrar o Atlético e declara que o problema do clube é político

CAMPEONATO PARAIBANO 2019

VÍDEO: Após vistoria técnica, representantes da CBF elogiam o estádio Perpetão: “É um dos melhores”

A ARTE DO CORPO

VÍDEO: Bailarino que dá aula de dança em Cajazeiras fala da sua trajetória e de projetos para a cidade

MÚSICA AO VIVO

VÍDEO: Sucesso no Nordeste, cantor interpreta grandes bandas nacionais e internacionais no Xeque-Mate