header top bar

section content

Internautas não perdoam a separação de Joelma e Chimbinha e zoam nas redes sociais

A lua, do hit do grupo A Lua me Traiu , foi apontada como pivô da separação pela maioria dos piadistas

Por

28/08/2015 às 08h00

Ximbinha disse que Joelma começou a dar tudo para Igreja, que ele não aguentava mais.

A separação de Joelma e Chimbinha, após 18 anos casados, foi um dos assuntos mais comentados no Twitter e outras redes sociais. Poucos minutos após a assessoria da banda Calypso anunciar o divórcio, fãs perplexos se manifestaram na rede social: "não acredito mais no amor", "Como assim?" e "Chocada", tuitaram diversas pessoas.

"A Great Assessoria, responsável pela assessoria de imprensa da Banda Calypso, informa que chega ao fim o casamento de Joelma e Chimbinha. A união de 18 anos deu fruto a dois filhos maravilhosos, projetos e parcerias tanto na vida pessoal quanto profissional como a Banda Calypso, maior banda independente do país e que conta com mais de 15 milhões de discos vendidos. Queremos ressaltar que o respeito, gratidão, amizade, admiração e parceria permanecem recíprocos. Informamos também que os compromissos profissionais da Banda seguem normalmente com agenda por todo o Brasil. Contamos com o carinho e a compreensão de todos para que esse momento seja preservado", dizia o comunicado.

Mas, como já era de se esperar, teve também quem postasse os tradicionais memes sobre a notícia, para dar aquela "zoada" na web. A lua, do hit do grupo A Lua me Traiu , foi apontada como pivô da separação pela maioria dos piadistas.

Terra

Tags:
DEPENOU O GALO

VEJA OS GOLS: Atlético de Cajazeiras vence o Treze de Campina e assume a liderança isolada do Paraibano

NA TELA DA TV DIÁRIO

Diário Esportivo traz tudo sobre a 2ª rodada do Paraibano; Tático narra gol da vitória do Atlético

SE CUIDE!

VÍDEO: No Janeiro Branco, Diversidade em Foco promove uma ‘Conversa sobre suicídio e como evitá-lo?’

RECONHECIMENTO

Prefeito de Sousa garante ajuda mensal ao médico cubano: “Eu irei ajudá-lo em todos os momentos”