header top bar

section content

Ex de Caetano Veloso posta foto de urna eleitoral e fãs comentam: ‘Crime’

Como ela, famosos também publicam imagens durante a votação e deletam. TRE explica como seria a punição.

Por

06/10/2014 às 09h04

Paula Lavigne foi votar neste domingo, 5, e postou a imagem do que seria uma urna eleitoral nas suas redes sociais declarando suas intenções de votos nesta eleição. Não demorou para que fãs lembrassem a empresária de que imagens na cabine de votação são proibidas: "Crime, Paula", comentou uma seguidora. "Mas pode isso, Arnaldo??? Foto na cabine de votação???", comentou outra.

Momentos depois, Paula, que é ex-mulher de Caetano Veloso, retirou as imagens de suas redes sociais. Ela também usou as redes para se explicar: "Não sabia que era crime postar foto-montagem simulando meu voto! Apaguei porque a repercussão mostra que não entenderam. Desculpem o transtorno."

A atriz Flávia Monteiro, conhecida pelo papel da Tia Carolina em "Chiquititas", também postou foto de uma urna eleitoral e deletou momentos depois. Marcos Buaiz, marido de Wanessa, Hélio de La Peña e o ex-BBB Rafinha fizeram o mesmo e também foram alertados por seguidores.

Na cabine de votação é proibido portar celular, máquina fotográfica, filmadora ou qualquer outro aparelho que possa comprometer o sigilo do voto. 
O eleitor deve deixar o equipamento desligado com o mesário da seção na hora de votar. Saiba o que pode e o que não pode no dia da eleição.

De acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), não haverá punição para eles. "A Resolução 23.339 de 2013, do Artigo 88, diz que é expressamente proibido o registro do voto. No entanto, a punição só ocorreria se a pessoa estivesse sendo flagrada fazendo o registro. Se isso ocorresse, o presidente da mesa iria pedir que a pessoa entregasse o aparelho a ele. Caso ela se negasse a seguir sua ordem, poderia ser impedida de votar e responder a um processo por crime de desobediência."

A respeito do eleitor levar os filhos e fazê-los votar em seu lugar, o TRE não vê problemas. "A orientação que o TRE passou para os mesários é que não deixassem as crianças votarem. Mas como mesmo disse o presidente do TRE, eleição é uma festa cívica e não há motivo de impedir um pai de levar seu filho. Só há restrição se o mesário notar que há ameaça de sigilo."

EGO

Tags:

Recomendado para você pelo google

PREFEITO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Durante implantação da Zona Azul, José Aldemir agradece aos comerciantes e provoca a oposição

NESTE DIA 21

VÍDEO: 7ª Conferência Municipal de Saúde discute com o povo avanços e necessidades do SUS em Cajazeiras

FÉ NO SANTO

VÍDEO: No dia de São José, católicos agradecem pelas chuvas na região de Cajazeiras; previsão é otimista

DIAS 30 E 31 DE MARÇO

VÍDEO: Comédia “Escolinha Profana”, dos criadores do “Pastoril Profano”, se apresentará em Cajazeiras