header top bar

section content

Mancuello ressurge no Flamengo e ganha apoio de Zé Ricardo

Jogador mostrou que pode ser bem mais útil que uma espécie de "dublê de Conca"

Por Ana Maria

06/02/2017 às 14h30 • atualizado em 06/02/2017 às 11h17

© Gilvan de Souza/Flamengo

Uma atuação de gala, com direito a dois gols, sendo um de placa. Nome do jogo diante do Nova Iguaçu, o argentino Mancuello mostrou que pode ser bem mais útil que uma espécie de “dublê de Conca”.

Com a contratação do meia ex-Fluminense este ano, o técnico Zé Ricardo passou a escalar Mancuello na função que imagina colocar Conca na equipe. O treinador, no entanto, rasgou elogios ao jogador.

“O Mancuello é um jogador extremamente inteligente, a leitura de jogo dele facilita. Pela frente ele terá desafios grandes, mas estamos satisfeitos com o desempenho dele até agora”, declarou Zé Ricardo.

Mancuello, por sua vez, destacou que o golaço feito em Moça Bonita foi fruto de muito treinamento. O argentino também ressaltou o trabalho de preparação física que tem sido feito no Flamengo.

“Fiquei feliz. Recebi na ponta da área. Na semana vinha trabalhando os chutes e optei por essa opção. Graças a Deus acertei. Temos um planejamento que já está definido desde o início da temporada. Dois amistosos, de treino, e agora que começou o Carioca estamos em preparação ainda. Nosso objetivo é consegui o ápice físico para toda a temporada”, disse.

Ainda se recuperando de uma séria lesão no joelho esquerdo, Conca só tem estreia prevista pelo Flamengo em abril. Ele está emprestado pelo Shanghai SIPG até o dia 31 de dezembro. Com informações da Folhapress.

Notícias ao Minuto

AMOR E FÉ

ESPECIAL DE FÉRIAS: Crianças e adolescentes de Cajazeiras e Sousa abrilhantam programa na TV Diário

AUXILIAR DO TROVÃO

VÍDEO: Agora no Atlético-PB, ex-jogador do Corinthians está confiante em vaga no Brasileirão da Série D

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Médico alerta para consequências do uso excessivo de alguns medicamentos no aparelho digestivo

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Colunista comenta por que Rodrigo Maia se tornou o ‘queridinho’ de Bolsonaro e de deputados da PB