header top bar

section content

Executivo da DIS, Roberto Moreira diz que jogador brasileiro poderá ser preso

Durante o programa 'Domingo Esportivo', Moreira falou sobre a acusação contra o jogador de estelionato e corrupção

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

03/04/2017 às 08h49 • atualizado em 03/04/2017 às 14h09

Neymar (Foto: Reuters)

Neste domingo (2), Roberto Moreira, executivo empresa DIS, participou de uma entrevista para a rádio Bandeirantes e falou dos dois processos que abriu contra o jogador Neymar, um no Brasil e outro na Espanha.

Durante o programa ‘Domingo Esportivo’, Moreira falou sobre a acusação contra o jogador de estelionato e corrupção: “A DIS não está pedindo especificamente a cadeia. Nós pedimos uma condenação juntamente com a federação das associações de atletas profissionais e o Ministério Público de lá. Pedimos para que seja cumprida a lei. Ele pode ser sim (em relação a prisão)”.O grupo DIS possuía 40% dos direitos econômicos até 2013 e agora alega ocultação dos valores da venda do atacante para o Barcelona, informando que recebeu um valor menor ao que teria direito.

Na Espanha, o Ministério Público do país europeu também acusa Neymar de estelionato. Para a justiça, o valor negociado na época, de 17,1 milhão de Euros, seria diferente do divulgado.

Moreira ainda falou sobre o fato de Neymar jogar o Mundial de Clubes vendido ao Barcelona. “O que é mais esquisito de tudo isso é que todo torcedor fanático por futebol pergunta se é moral, ético a atitude do Neymar. Naquela decisão de 2011, Santos e Barcelona, em que se levou uma goleada, ele já já tinha recebido 10 milhões de euros. Você, torcedor do Santos, de qualquer time, achou isso legal? Tenho a certeza que a resposta vai ser não”, disse Roberto Moreno.

Segundo o executivo, agora ambos os processo serão julgados em conjunto pela Justiça da Espanha.

Notícias ao Minuto

Tags:
FUTEBOL

VÍDEO: Diário Esportivo traz resumo da 2ª rodada do Paraibano e detalhes da nova contratação do Atlético

COM CHICO CARDOSO

VÍDEO: ‘Briga’ entre Zé Aldemir e Airton, e Tyrone com os Gadelhas são os destaques do Direto ao Ponto

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Advogadas tiram dúvidas sobre Previdência Social e criticam atendimento no INSS de Cajazeiras

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Júnior e Jeová começam a ganhar cargos em Cajazeiras e “sinal vermelho foi ligado”, diz colunista