header top bar

string(16) "diario-esportivo"

section content

Neymar precisa melhorar e muito se quiser Bola de Ouro; jogador foi indicado aos melhores

Atacante vem deixando a desejar desde a lesão de Lionel Messi no Barcelona

Por

05/10/2015 às 07h50

Que Neymar é um grande jogador, ninguém parece mais ter dúvidas. O problema é que o atacante precisa melhorar se quiser uma vaguinha pelo menos entre os três finalistas do Bola de Ouro da Fifa. Com a lesão de Lionel Messi, os torcedores do Barcelona, e os fãs do bom futebol em geral, acreditavam que o atacante pudesse deslanchar rumo ao prêmio máximo dado a um jogador. Não é o que vem acontecendo.

Lionel Messi se machucou no último fim de semana, logo aos 10 minutos do primeiro tempo, na vitória de virada do Barcelona sobre o Las Palmas, pelo Campeonato Espanhol. Naquela oportunidade, a primeira em que deveria assumir o protagonismo, Neymar perdeu um pênalti. Como se não bastasse, ainda viu o companheiro Luis Suarez marcar os dois gols da vitória.

No jogo seguinte, contra o Bayer Leverkusen, pela Liga dos Campeões, Neymar até chamou mais o jogo. Cobrou faltas e escanteios, mas sem sucesso. O jogador pareceu, e muito, incomodado com a forte marcação dos alemães e não conseguiu desenvolver seu melhor futebol. O Barcelona, desta vez, saiu com a vitória, mas Luis Suarez e o jovem Sergi Roberto fizeram os gols.

De volta ao Campeonato Espanhol, outra fraca atuação de Neymar. O brasileiro até fez o seu de pênalti, mas os catalães perderam para o Sevilla por 2 a 1 e desperdiçaram a chance de assumirem a liderança da competição. Resultado? A imprensa espanhola perdeu a paciência e começou a criticar Neymar.

O problema é que Neymar também não conseguirá mostrar o seu protagonismo na seleção brasileira. Graças à infantilidade cometida na Copa América, o jogador está suspenso das duas primeiras partidas das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2018.

Principal concorrente de Lionel Messi ao Bola de Ouro, Cristiano Ronaldo segue livre rumo a mais um título. O argentino e o português se revezam na eleição da Fifa desde 2008.

Lionel Messi rompeu o ligamento colateral do joelho esquerdo e ficará fora dos campos por cerca de oito semanas. Até o meio de novembro, Neymar ainda terá algum tempo para mostrar seu bom futebol. Mas precisa começar se quiser um lugar na festa da Fifa, em 11 de janeiro, em Zurique, na Suíça.

R7

Tags:
VÍDEO

Secretário responde a sindicato e diz que acusações contra prefeito de Cajazeiras podem parar na Justiça

CLUBE VIVE IMPASSE

VÍDEO – Representante do Atlético em reunião da FPF apresenta fórmula para participar do Paraibano 2019

VÍTIMA DA DIABETES

VÍDEO: Ameaçada de perder o segundo pé, idosa de Cajazeiras pede ajuda para adquirir sandália especial

ASSISTA

VÍDEO: ‘Mensagem de Esperança’ debate o mundo e o mal, sexo e outros temas