header top bar

section content

Com França eliminada da Eurocopa, futuro do técnico Didier Deschamps está em risco

A seleção campeã do mundo deixou o torneio europeu com uma vitória em quatro jogos

Por Emarket

06/07/2021 às 14h15 • atualizado em 06/07/2021 às 20h18

O cargo de Deschamps está por um fio – Fonte Wikimedia

Após ser eliminada nos pênaltis pela Suíça nas oitavas de final da Eurocopa, a França vê a possibilidade de ganhar um novo treinador em breve. O presidente da FFF (Federação Francesa de Futebol), Noël Le Graët, terá, nesta semana, uma conversa com o técnico Didier Deschamps – que tem contrato até o final da Copa do Mundo do ano que vem, mas nada impede que ele seja rompido pela FFF.

A final da Eurocopa está marcada para as 16h de domingo 11/07 (horário de Brasília). No Sportingbet, é possível saber quem é a seleção favorita para obter o título europeu de 2021.

“Vamos passar o dia conversando. Deschamps é um amigo que nunca desiludiu. É fiel, organizado. Se isso quer dizer que ele vai ficar como técnico? Eu não disse isso. Vamos fazer uma análise de tudo o que correu mal. Não podemos ignorar que se tratou de um primeiro fracasso”, afirmou Le Graët, referindo-se à eliminação francesa.

Os jornalistas que cobrem os bastidores do futebol europeu afirmam que o presidente da FFF quer levar Zinedine Zidane ao cargo de técnico o quanto antes. Também existem especulações de que o próprio Deschamps esteja planejando se retirar do comando da seleção.

O caminho para a derrota

A França era favorita para vencer esta edição da Eurocopa desde que levantou a taça da Copa do Mundo de 2018, em Moscou. Desde então, as mudanças na equipe foram mínimas – Blaise Matuidi se retirou, Samuel Umtiti está lesionado e Karim Benzema, que estava afastado desde a Copa de 2014, voltou.

A equipe de Deschamps estreou bem nesta Eurocopa – contra a Alemanha, com vitória de 1 a 0. Naquela partida, a seleção francesa mostrou solidez e uma defesa eficiente.

Ao chegar às oitavas de final contra a Suíça, porém, Lucas Hernandez ficou fora da escalação devido à uma lesão. Seu substituto, Lucas Digne, também estava indisponível. A solução encontrada por Deschamps foi mudar o esquema tático de 4-3-3 para 3-4-3. Tal mudança, significativa e abrupta, se fez sentir na equipe.

Porém, Deschamps também tinha um problema na defesa. O técnico escalou Clément Lenglet para ocupar o lugar do meio na zaga – um jogador que não havia entrado em campo na fase de grupos nem nos dois amistosos pré-Eurocopa e que vinha de uma temporada sofrível pelo Barcelona.

Deschamps corrigiu a situação no intervalo, tirando Lenglet de campo e colocando em seu lugar Kingsley Coman, o que fez com que a equipe retornasse ao 4-3-3. Ainda assim, a defesa continuou desestabilizada.

Apesar das falhas da equipe de Deschamps, boa parte da explicação da queda da seleção campeã do mundo está na motivação, na qualidade e na velocidade da equipe suíça, que em nenhum momento se deixou abalar. Destacaram-se, principalmente, Breel Embolo e Xherdan Shaqiri. Mesmo ficando dois gols atrás da seleção do país vizinho no placar, a Suíça buscou o empate – e o obteve.

O maior destaque negativo da partida entre França e Suíça ficou por conta de Kylian Mbappé, o jovem de 22 anos que foi coroado como símbolo do futuro na Copa do Mundo de 2018 e que, hoje, é considerado o atleta com as melhores condições físicas e técnicas do futebol europeu. Entre todos os dez jogadores escalados para cobrar os pênaltis que decidiriam qual equipe avançaria às quartas de final, Mbappé foi o único que errou, o que acabou dando a vitória à Suíça, que avançou para jogar contra a Espanha nas quartas de final.

Porém, o mau desempenho de Mbappé não ficou restrito ao momento decisivo contra a Suíça – ele não marcou nenhum gol na Eurocopa e a sua presença de campo mal pode ser percebida por quem assistia aos jogos.

O ocaso de Mbappé reflete a situação da própria França na Eurocopa. Dos quatro jogos que disputou, venceu apenas um – contra a Alemanha, graças a um gol contra de Mats Hummels.

Tags:
JÁ CUMPRE PROCESSO

VÍDEO: Delegado diz que suspeita de assassinar jovem em sítio de Cajazeiras usa tornozeleira eletrônica

LEI MARIA DA PENHA

VÍDEO: Delegado diz que suspeito de incendiar casa, em Cajazeiras, irá responder por violência doméstica

TALENTO SERTANEJO

VÍDEO: Natural de Uiraúna, autor de “A inveja mata” se apresenta no Acústico Diário com novos sucessos

ATO DE LOUCURA

VÍDEO: Durante briga com namorada, jovem de 23 anos toca fogo na casa dos pais, no Centro de Cajazeiras

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!