header top bar

section content

Vascaínos se rebelam e vão ao clássico mesmo contra a vontade do Técnico

Torcedores anunciam que, ao contrário do que recomendou Eurico Miranda, estarão no Maracanã no jogo com o Flu, e sofrem represálias. Polêmica rende faixa provocativa

Por

16/07/2015 às 08h22

No Maracanã desde 1950, diz o mosaico do Vasco, na final do Carioca Foto: Twitter/Maracanã

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, prometeu em março deste ano: contra o Fluminense, o time não jogaria com a torcida vascaína no lado esquerdo das cabines de imprensa do estádio. Nem se o campeonato fosse organizado pela “federação de Marte”, disse, no seu estilo hiperbólico. A 14ª rodada do campeonato chegou, e o cartola não poderá, ao que parece, cumprir a palavra. E orientou os torcedores a não irem ao jogo. No entanto, alguns vascaínos já se rebelaram contra a “ordem”.

Nas redes sociais, desde o início da semana, é possível ver mensagens de torcedores dizendo que vão ao jogo. Nos posts, impera o tom de protesto contra o cartola, mas também de solidariedade ao time, vice-lanterna do Brasileirão, com apenas nove pontos, precisando urgentemente reagir para evitar o terceiro rebaixamento em oito anos.

A torcida organizada Ira Jovem já anunciou que vai ao jogo, assim como um grupo chamado Comissão de Festas CRVG anunciou que vai ao Maracanã e justificou. “Entendemos que não é o momento de boicotar um jogo”, escreveram. Mais duas ou até três organizadas devem divulgar suas posições nesta quinta, confirmado que estarão no clássico.

Uma fonte desta comissão de festas, que organiza ações especiais na arquibancada, explicou ao Portal da Band que não se trata de discordar sobre o direito dos vascaínos ficarem do lado direito do estádio, espaço conquistado com o título de 1950 – o consórcio que administra o Maracanã é, inclusive, alvo de críticas. Mas defende a necessidade de estar no estádio quando o time precisa e exalta a decisão da diretoria de ir à Justiça para retomar o lado de origem.

Band

Tags:

Recomendado para você pelo google

RESGATE HISTÓRICO

VÍDEO: Memorialista que conviveu com Luiz Gonzaga diz que havia incompatibilidade ente ele e Gonzaguinha

'CIDADE EDUCADORA'

VÍDEO: Na Câmara, professores aplaudem prefeito de Monte Horebe por aumento salarial acima do piso

HISTÓRIA DE FÉ

VÍDEO: Padre é homenageado com placa e exposição de seus objetos na Capela dos Remédios, em Cajazeiras

INDIGNADO

VÍDEO: Padre cobra investigação minuciosa de suposto esquema de desvio de medicamentos em Cajazeiras