header top bar

section content

"Quase perdi a vista", diz Muricy após pedrada

Técnico foi agredido durante o jogo que levou o time para a decisão da Libertadores

Por

02/06/2011 às 10h14

Mesmo com a classificação da Libertadores com o empate por 3 a 3 com o Cerro Porteño, o técnico Muricy Ramalho estava nervoso após a partida. Não era para menos: ele foi atingido por uma pedra atirada das arquibancadas do estádio La Olla, em Assunção.

Ainda no gramado, Muricy se mostrou indignado com a agressão e descrente sobre qualquer punição a ser aplicada ao Cerro Porteño.

– Quase perdi a vista, mas não vai acontecer nada. Está tudo certo.

Durante o jogo, o treinador santista chegou a discutir com um jogador do Cerro Porteño que duvidou da agressão sofrida por Muricy.

O técnico ainda ressaltou a superioridade do Peixe sobre o rival, mas mostrou insatisfação com Edu Dracena, expulso nos acréscimos do segundo tempo.

– Acho que o Santos mereceu, foi melhor time. Pena que o Edu perdeu a cabeça no final.

Após levar a pedrada, Muricy Ramalho se queixou de dor de cabeça e não deu a sua habitual entrevista coletiva pós jogo na sala de imprensa.

R7

Tags:

Recomendado para você pelo google

NASCEU DE NOVO!

VÍDEO: condutor-socorrista do SAMU salva bebê que estava engasgado e sem respirar em Patos

ASSISTA À ENTREVISTA

EXCLUSIVO: Em Cajazeiras, Ciro Gomes fala sobre Lula, PT, Bolsonaro, Ricardo, João Azevêdo e eleições

VÍDEO

Empresário revela convite das oposições de Cajazeiras para disputar a prefeitura e derrotar Zé Aldemir

EVENTO CATÓLICO

VÍDEO: I Adora Cristo é sucesso em Cajazeiras, e coordenador da Missão Éfeso acredita em crescimento