header top bar

section content

Jornalista diz que Governo sufoca imprensa e afirma "Falta convite para trabalhar em CZ"

O jornalista ressaltou que antigamente, as emissoras buscavam mais independência, coisa que não acontece mais.

Por

29/09/2013 às 00h20

A reportagem da TV Diário do Sertão conversou com o jornalista e professor universitário Lúcio Vilar que é cajazeirense e atualmente reside na Capital João Pessoa. O jornalista falou sobre a trajetória do rádio em Cajazeiras, que segundo ele, fez história em toda a Paraíba.

Com relação à imprensa atual, Lúcio Vilar disse que percebe a cada dia o empobrecimento do jornalismo, segundo ele, causado por determinados Governos que ainda têm o poder de sufocar as mídias. “Sempre haverá conflito com os Governos. O que não pode acontecer é que os veículos se tornem totalmente dependentes”, disse o jornalista.

Para Lúcio, o que mais vem mudando no jornalismo é a introdução de novas mídias, porém, o jornalista ressaltou que antigamente, as emissoras buscavam mais independência, coisa que não acontece atualmente.

Lúcio Vilar contou que passou pelo jornal Correio da Paraíba e que depois ingressou na universidade. “Tive que optar e fiquei com ofício de professor, mas continuo jornalista”, disse.

Envolvido com cultura, Lúcio produz um festival de cinema e vídeo, o maior genuinamente paraibano. O jornalista disse que tem projetos para fazer documentários em Cajazeiras, mas alegou que precisa de apoio financeiro para executá-los.

Veja Vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
ESTÁ NA CAPITAL DESDE 2015

EXCLUSIVO: Após três anos, lendário padre de Cajazeiras revela o que motivou sua ida para João Pessoa

AMOR E FÉ

ESPECIAL DE FÉRIAS: Crianças e adolescentes de Cajazeiras e Sousa abrilhantam programa na TV Diário

AUXILIAR DO TROVÃO

VÍDEO: Agora no Atlético-PB, ex-jogador do Corinthians está confiante em vaga no Brasileirão da Série D

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Médico alerta para consequências do uso excessivo de alguns medicamentos no aparelho digestivo