header top bar

section content

Um homem é morto a facada e outro teve corpo queimado no mesmo dia em cidade do Sertão

Dois homicídios foram registrados pela Polícia Militar de Patos, no Sertão paraibano, nesta sexta-feira (9).

Por

09/08/2013 às 17h24

Dois homicídios foram registrados pela Polícia Militar de Patos, no Sertão paraibano, nesta sexta-feira (9). Um morador de rua discutiu com outro na noite de quinta-feira (8) e o suspeito tocou fogo na vítima, que morreu na madrugada de hoje. Segundo o 3º Batalhão da PM, os dois seriam usuários de drogas.

O crime aconteceu no bairro São Sebastião, e a vítima foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para atendimento no Hospital Regional de Patos, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada desta sexta-feira. Segundo a polícia, o suspeito de 34 anos foi detido ainda em flagrante e encaminhado para a Central de Polícia de Patos.

Ainda nesta sexta, mais um homicídio foi registrado na cidade. O crime aconteceu no bairro do Matadouro. Segundo testemunhas relataram à polícia, um homem foi ferido com vários golpes de faca peixeira. Ele foi socorrido por moradores para o Hospital Regional de Patos mas também não resistiu aos ferimentos.

Viaturas do 3º Batalhão da Polícia Militar realizaram diligências na região, mas nenhum suspeito do assassinato foi detido. A motivação do crime é desconhecida. Os corpos das vítimas dos dois homicídios foram encaminhados para perícia no Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Patos.

Do G1PB

Tags:

Recomendado para você pelo google

VISITA DO PRESIDENTE

VÍDEO: Prefeito de Campina Grande solicita a Bolsonaro duplicação da BR-230 de Campina ao sertão da PB

DESTAQUE NACIONAL

VÍDEO: Juizado Especial Misto de Cajazeiras atinge um dos melhores índices de atendimento do Brasil

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: ortodontista sousense revela as orientações para manter a saúde bucal das crianças em dia

MÚSICA E ORAÇÃO

VÍDEO: 5º Show Pela Paz em Cajazeiras bate recorde de público com show do artista católico Thiago Brado