header top bar

section content

Raimundo Lira garante lutar pela ampliação de emendas e recursos para o Hospital da FAP, em Campina Grande

Raimundo Lira garantiu que irá ampliar a destinação de recursos de emendas de sua autoria ao Hospital da FAP

Por

17/10/2015 às 10h16

Lira garante lutar pela ampliação de emendas e recursos para o Hospital da FAP

O senador Raimundo Lira (PMDB-PB) recebeu esta semana, em seu gabinete, o ex-prefeito de João Pessoa, Antônio Carneiro Arnaud e o presidente da Fundação Assistencial da Paraíba – FAP, Helder Macedo. Na reunião, o senador se comprometeu em continuar lutando em favor de emendas e recursos para o Hospital da FAP.
 
Raimundo Lira garantiu que irá ampliar a destinação de recursos de emendas de sua autoria ao Hospital da FAP, sediado em Campina Grande. No encontro, além de tratar da ampliação dos recursos para a FAP, o senador paraibano discutiu, também, outros pleitos do hospital, que podem ser atendidos através do seu empenho enquanto Senador.
 
Durante o encontro, Lira disse ao professor Helder Macedo Rodrigues (Presidente) e ao amigo e ex-prefeito de João Pessoa, o Dr. Antônio Carneiro Arnaud, que está à disposição do hospital para intermediar os assuntos relacionados à Fundação na capital federal.
 
Lira assegurou maior celeridade no empenhamento das emendas destinadas ao hospital que ainda estão em tramitação e recebeu dos presentes os agradecimentos pela atenção que ele, e o ex-senador e atual ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Vital do Rêgo, sempre tiveram com a FAP.
 
Assessoria de Imprensa

Tags:

Recomendado para você pelo google

EVANGÉLICO DE OPOSIÇÃO

VÍDEO: Pastor de Cajazeiras diz que Bolsonaro está destruindo o país e não levou facada: “Foi uma farsa”

EM SOUSA

Radialista revela que “vítima da mão pesada e dos chutes do prefeito Tyrone” disputará eleições em 2020

VÍDEO

Comandante do Corpo de Bombeiros aponta possíveis causas do incêndio no lixão de Cajazeiras

SAÚDE

VÍDEO: Programa Xeque Mate fala sobre a saúde de Cajazeiras e recebe popular e diretoras do HUJB e HRC