header top bar

section content

Adjamilton Pereira faz revelação sobre Andaime e compara Carlos Antonio a Fernandinho Beira-Mar

Ele contou que acompanhou a delação premiada do empreiteiro cajazeirense que durou 20 h. "Eu tenho todas as informações"

Por

11/10/2015 às 16h42

Adjamilton Pereira elogia Júnior Araújo durante entrevista em rádio de Cajazeiras

O advogado e ex-candidato a vice-prefeito de Cajazeiras, Adjamilton Pereira (PMDB) revelou neste domingo (11), que acompanhou às 20h da delação premiada do empreiteiro Francisco Justino na Operação Andaime. De acordo com Adjamilton Pereira, que é advogado do empreiteiro, a delação premiada acompanhada por ele livrará Francisco Justino da cadeia. “Justino não fez uma declaração. Ele só respondeu as perguntas do promotor e se ele for condenado cumprirá pena em liberdade”.

Adjamiton Pereira revelou também que sabe todo conteúdo das declarações do empreiteiro, inclusive nome dos citados, mas afirmou que não pode falar nada ainda porque a ação corre em segredo de justiça. "Tenho todas as informações".

Veja mais!

?Carlos ‘condena’ vereadores por votarem em Cássio e ataca PSOL: “Matou pelas costas”

?Construtor aceita delação premiada, entrega o jogo e denuncia organização criminosa da Operação Andaime

?Adjamilton admite conversas com Zé Aldemir e diz que Carlos Antônio levou “coice” de Ricardo Coutinho

Resposta
O ex-candidato respondeu as críticas de Carlos Antonio que chegou a tachá-lo de “X9”, em entrevista no último domingo (4) dizendo que o esposo da atual prefeita está “atormentado porque não pode ser mais candidato nem ocupar qualquer cargo público”. 

O político comparou Carlos Antonio a Fernandinho Beira-Mar: “Ele fala coisas infundadas de famílias de bem da cidade porque tanto faz um processo a mais para ele. Você acha que Fernandinho Beira-Mar se importaria em ter mais um processo nas costas? Carlos Antonio está amargurado, nervoso, angustiado porque, quando não acorda com a Polícia Federal da sua residência é sobressaltado por condenações, tem Operação Andaime é conduzido coercitivamente ao Fórum para ser notificado pelos processos, os quais estava se escondendo e ainda não poder ser candidato a mais nada”.

Gobira
O advogado se solidarizou com o pré-candidato Antonio Gobira (PSOL) pelos ‘ataques’ feitos pelo ex-prefeito de Cajazeiras. “Gobira foi atacado de forma covarde. Ele é um trabalhador, um cidadão de bem, um guerreiro”.

Críticas
O ex-candidato criticou a educação e a saúde da gestão de Cajazeiras. “Na educação Cajazeiras perde para Bom Jesus e a equipe está aí há mais de 10 anos. Já a saúde a Justiça teve que decretar uma prisão, e só assim forneceram uma medicação para um diabético”.

Quanto à construção de novos postos de saúde em Cajazeiras ele declarou: “Essas obras da prefeitura estão quase todas na Operação Andaime. É uma vergonha falar dessas obras”.

2016
Falando das eleições de 2016, Adjamilton Pereira disse que o ex-prefeito quer puxar para si o discurso da disputa municipal, quando sabe que não pode se candidatar nem para o Conselho Tutelar. “Ele é torcedor e jogador não vai ficar discutir com torcedor vendo a hora ser preso”. Quanto a candidata do grupo, atual prefeita Denise Albuquerque (PSB) ele disparou: “A candidata dele não aguenta arrocho”.

Fantasma
Ele respondeu ainda sobre a denúncia da sua esposa, Raelza Borges ser suposta funcionária fantasma da prefeitura de São José de Piranhas. “Raelza presta serviço a prefeitura. Quem quiser confirmar é só perguntar ao prefeito”.

Áudio da Rádio Alto Piranhas de Cajazeiras!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

Recomendado para você pelo google

"QUER ENRICAR AINDA MAIS"

VÍDEO: Pastor de Cajazeiras diz que famoso bispo está vendendo imagens de deusa egípcia na igreja

FOGO NO LIXÃO

VÍDEO: Júnior Araújo denuncia fumaça que tomou conta de Cajazeiras e ataca prefeito Zé Aldemir

ENTREVISTA

Presidenta do Coren diz que enfermeiro pode ter clínica, luta pelo piso salarial e fala sobre concursos

POSSÍVEL CANDIDATO

VÍDEO: Ex-prefeito de Cachoeira dos Índios revela quais os ‘vices dos sonhos’ para sua chapa em 2020