header top bar

section content

Deputados debatem situação do Hospital Universitário e cobram mais recursos

Os deputados estaduais ocuparam a tribuna da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), nesta terça-feira (26), para debater vários assuntos. Entre eles, a cobrança de melhorias para o Hospital Universitário Lauro Walderley e o registro do falecimento do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), o paraibano Luiz Rafael Meyer. O deputado Janduhy Carneiro (PTN) solicitou da […]

Por

26/11/2013 às 15h50

Os deputados estaduais ocuparam a tribuna da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), nesta terça-feira (26), para debater vários assuntos. Entre eles, a cobrança de melhorias para o Hospital Universitário Lauro Walderley e o registro do falecimento do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), o paraibano Luiz Rafael Meyer.

O deputado Janduhy Carneiro (PTN) solicitou da Comissão da Saúde, Saneamento, Assistência Social, Segurança Alimentar e Nutricional da ALPB uma visita de inspeção ao Hospital Universitário Lauro Wanderley, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Segundo o parlamentar, a instituição encontra-se com 79 leitos fechados, cirurgias complexas canceladas, falta de medicamentos, entre outros problemas.

“A falta de recursos destinados ao HU está causando um déficit de medicamentos, ocasionando o fechamento de leitos, cancelamento de cirurgias e falta de medicamentos. Por mês, o HU recebe 1,3 milhão do Ministério da Saúde, uma quantia extremamente escassa, faltando recursos para a alimentação, medicamento, materiais médicos, entre outros. É uma situação caótica”, lamentou.
 
Viaduto do Geisel
O líder da bancada do governo, Hervázio Bezerra (PSDB), comemorou, na tribuna, a iminência da liberação da obra do Viaduto do Geisel, em João Pessoa. Segundo ele, o superintendente da Suplan, Ricardo Barbosa e técnicos do DNIT da Paraíba se reuniram nesta quarta-feira (13), com o diretor de Planejamento e Pesquisa do DNIT Nacional, José Florentino Caixeta, para discutir o projeto de construção, orçada em R$ 25 milhões.
“Só quem sabe o que o problema do trânsito quem é compelido a passar por aquele local no horário de pico. E o principal acesso ao nosso município e quem vem do interior passa horas e horas esperando sair daquele local. O tema mais debatido na última campanha foi à mobilidade urbana e também já temos o Trevo de Mangabeira sendo executado. É um avanço grande”, pontuou.
 
Enfrentamento a violência contra a mulher
Gilma Germano (PPS) fez uma referência a 22ª edição da Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência de Gênero. “Um marco na trajetória de luta das mulheres pelo direito a uma vida sem violência. É uma campanha tímida ainda no Brasil, mas a proporção do nosso problema da violência é grande e nós podemos combater isso, depende apenas de nós”, disse a deputada.
Ela ainda convidou os colegas de parlamento a participarem de sessão especial da ALPB, nesta quinta-feira (28), às 14h30, em comemoração ao Dia alusivo à Eliminação da Violência contra a Mulher. A propositura é da deputada Iraê Lucena (PSDB). “Estará presente a CPMI da Violência contra a Mulher, que percorreu 18 unidades federativas, incluindo a Paraíba, e apresentará o seu relatório final”, explicou Gilma.
 
Aniversário de Guarabira
O deputado Raniery Paulino (PMDB) voltou ao plenário, após representar a ALPB durante a 5ª Conferência Nacional das Cidades, encerrada no último domingo, em Brasília. Ele aproveitou para parabenizar a cidade de Guarabira pela passagem dos 126 anos de emancipação política, comemorados nesta terça-feira. “Quero parabenizar a locomotiva do Brejo paraibano, uma cidade pujante, que tem grandes investimentos e comprometida com a economia da Paraíba”, disse.
 
Morte do ministro Luiz Rafael Meyer
Ainda durante a sessão desta terça-feira, o deputado Carlos Batinga apresentou Voto de Pesar pelo falecimento o ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Rafael Meyer, ocorrido na noite do último sábado (23), em Recife (PE). O enterro ocorreu no domingo (24), no Cemitério de Santo Amaro, na capital pernambucana.
O ministro Rafael Mayer é paraibano natural do Monteiro (PB). Ele estava com 94 anos, lutava contra um câncer de pulmão e estava internado há uma semana. Era casado com Leide Diógenes Mayer e teve uma filha, Rafaela Diógenes Mayer. Foi prefeito de Monteiro (1944-1945) e ingressou no Ministério Público de Pernambuco em 1945. Era professor aposentado da Universidade Federal de Pernambuco.
 
 Da Secom

Tags:

Recomendado para você pelo google

ALUNOS DÃO SHOW

VÍDEO: 3º dia da Mostra de Conhecimentos destaca a natureza, tecnologias, leitura, teatro e matemática

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: advogado sousense fala sobre a redução da maioridade penal. Você é contra ou a favor?

VÍDEO

Dra Paula fala sobre dificuldades na gestão do seu esposo em Cajazeiras e diz ser contra demissões

GOVERNO NO FOCO

VÍDEO: Professor comenta os impactos do fim do DPVAT, golpe na Bolívia e invasão à embaixada venezuelana