header top bar

section content

Quadrilha especializada em roubo de celulares e carteiras é presa no Carnaval de Cajazeiras

A prisão aconteceu na manhã deste domingo (7), quando vítimas reconheceram um homem e duas mulheres que estavam agindo no corredor da folia

Por

07/02/2016 às 11h37

Objetos e dinheiro que estavam com os acusados (Foto: Polícia Militar)

No primeiro dia de carnaval na Agrovila, em Cajazeiras, a Polícia Militar conseguiu uma vitória importante no combate ao crime. Após ser acionada por foliões, uma guarnição foi até o local e conseguiu prender membros de uma quadrilha especializada em roubo de celulares, bolsas, carteiras e joias.

A prisão aconteceu por volta das 3h da manhã deste domingo (7), quando vítimas reconheceram um homem e duas mulheres que estavam agindo nas redondezas e até dentro do corredor da folia.

VEJA TAMBÉM

► Preso acusado de matar sobrinho com tiro na cabeça em Santana de Mangueira

► Polícia prende ex-conselheiro tutelar acusado de estupro a adolescente no sertão da PB

Inclusive, para realizar as prisões os policiais tiveram que adentrar ao corredor. Lá, eles prenderam os três acusados, identificados como Ícaro Marques, de 18; Fabiana Dantas, de 20 anos; e Fabrícia da Silva Nascimento, de 21 anos, todos residentes em Pau dos Ferros (RN).

Com eles foram apreendidos 13 celulares, a quantia de R$ 1.190,00 em dinheiro que estava escondida dentro das vestes íntimas das duas mulheres; um cordão de ouro e mais três carteiras com documentos pessoais e cartões de créditos de várias pessoas, provavelmente vítimas.

DIÁRIO DO SERTÃO

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan