header top bar

section content

Menina de seis anos morre após cair do sexto andar de edifício por fosso de elevador no Sertão da PB

A criança ainda foi socorrida para o Hospital Infantil Noaldo Leite com vida, porém, minutos depois veio a óbito devido à gravidade dos ferimentos. Confira!

Por

30/04/2015 às 18h31

Fato ocorreu em edifício localizado no Bairro Brasília, em Patos (Crédito: Patosonline)

Uma criança de apenas seis anos morreu no final da tarde desta quarta-feira (29), após despencar do cair do sexto andar de um prédio residencial pelo fosso do elevador, no município de Patos, no Sertão paraibano. A menina foi identificada pelo nome de Sofia de Macedo Gadelha Miranda. 

De acordo com informações de um dos moradores do prédio, que prestou socorro a criança, a menina Sofia e outra criança apertaram o botão de chamamento do elevador, mas quando a porta se abriu o equipamento não estava. Uma criança que estava com ela percebeu o fato, no entanto, Sofia entrou e despencou do sexto andar.

Os moradores acionaram o vigilante do prédio para abrir a porta do elevador. A pequena Sofia foi encontrada com uma lesão profunda na cabeça, mas ainda com vida. O morador ainda pegou a criança nos braços e outros acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

A criança ainda foi socorrida para o Hospital Infantil Noaldo Leite com vida, porém, minutos depois veio a óbito devido à gravidade dos ferimentos.

O síndico do prédio informou que o elevador do prédio foi devidamente interditado para a apuração das causas da falha. 

DIÁRIO DO SERTÃO com Patos Online

CACHOEIRA DOS ÍNDIOS

VÍDEO: Ex-prefeito rompe o silêncio, fala de derrota e lamenta promessa não cumprida de atual gestor

ENTREVISTA

VÍDEO: Do vício em jogo à fama, ‘Rei das Tapiocas’ de Cajazeiras conta trajetória no programa Xeque-Mate

MARIA CALADO NA TV

Programa Maria calado na TV recebe os Quentes da Pegada da cidade de São João do Rio do Peixe

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa Em Continência ao Senhor Jesus com a participação do Sargento Souza e Marcos Alan