header top bar

section content

Irmão do jovem queimado vivo em Cajazeiras chora, conta revolta da família e revela que mãe sonhou com morte do filho

O irmão contou que ao entrar na casa onde o irmão foi queimado sentiu que estava numa cena de filme de terror. Vídeo!

Por

08/04/2015 às 11h10

Roberto chorou muito durante a entrevista

A TV Diário do Sertão voltou nesta terça-feira (07), o local onde o jovem Roberto dos Santos Pereira, 32 anos, foi assassinado com golpes de faca e teve seu corpo totalmente queimado em Cajazeiras

As imagens mostram a casa da vítima, mais precisamente a cozinha, onde ocorreu o trágico homicídio. No local, ainda muito sangue nas paredes, pois, Roberto ficou agonizando antes de ser socorrido e no vídeo gravado no momento ele pedia socorro e dizia que não queria morrer.

O jovem ainda disse aos policiais o nome do acusado, seu próprio companheiro de trabalho de nome Henrique de Amâncio.

Polêmica 1
Além de toda dor e agonia de Roberto dos Santos, ele caiu da maca, como mostra no vídeo aos 3 minutos e 15 segundos.

Veja o momento que os socorristas colocam Roberto na maca e ele cai. (Imagens de Ângelo Lima)

Polêmica 2
O principal suspeito do bárbaro crime se apresentou ao delegado nessa segunda-feira (07), acompanhado da sua advogada, alegou legítima defesa e foi liberado. O delegado que ouviu o acusado não quis prestar entrevista a imprensa.

Segundo o blog do advogado Adjamilton Pereira, a Polícia Civil e o Ministério Público (MP) falharam. Ele ainda tachou o MP de omisso.

Acusado saindo da Delegacia de Cajazeiras após prestar depoimento na tarde e noite dessa segunda-feira (06).

Família
Ricardo dos Santos, único irmão da vítima revelou muita dor pela perda de Roberto e disse que o jovem era muito alegre. “Chegar em casa agora é como entrar numa cena de filme de terror. É uma sensação de estar sentindo a agonia que ele sentiu”.

Ricardo explicou que a mãe, que morava com o irmão em Cajazeiras estava passando um tempo com ele na cidade de Mossoró, Rio Grande do Norte (RN), para tratar de problemas de saúde.

Ele revelou também, que um dia antes do crime, a mãe teve um pesadelo e confessou: “Meu filho, vai acontecer alguma coisa com Roberto. ‘Sonhei com ele com braços e pernas enfaixados”.

O irmão da vítima contou que soube da notícia por telefone. “Não sabia o que fazer. Fiquei desesperado com vontade de quebrar tudo. Fiquei a noite toda com as mãos na cabeça e só contei a minha mãe no dia seguinte depois que estava dopada”.

O jovem disse que ficou muito comovido porque os policiais ainda encontraram Roberto com vida pedindo socorro e dizendo que estava com sede.

Revolta
Chorando, o cajazeirense tacho de animal o acusado de assassinar Roberto. “O dói mais é saber que esse animal se apresentou e foi liberado”.

Ricardo finalizou dizendo: “Naquele caixão não foi só o meu irmão. Foram sonhos de um jovem, o coração da minha mãe, o coração do meu pai, o meu e da noiva dele. Esta família nunca mais será a mesma. Não consigo acreditar”.

Acompanhe a entrevista emocionante do irmão de Roberto a TV Diário do Sertão

DIÁRIO DO SERTÃO

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires

DIÁRIO ESPORTIVO

Diário Esportivo recebe o professor Sérgio Cunha divulgando o IV Open paraibano de Karatê; Confira!