header top bar

section content

Padre questiona passividade do povo diante das ameaças aos direitos trabalhistas no governo Temer

O sacerdote faz um desabafo ao comentar sobre a crise social cada vez mais agravada, segundo ele, pelo governo do presidente Michel Temer

Por Jocivan Pinheiro

16/02/2017 às 21h33

Padre Francivaldo faz um desabafo em tom de revolta e decepção, no Direto ao Ponto dessa semana, ao comentar sobre a crise social cada vez mais agravada, segundo ele, pelo governo do presidente Michel Temer (PMDB) através das várias propostas de emendas à constituição que ameaçam direitos trabalhistas conquistados a duras penas após décadas de luta. O sacerdote também questionou a passividade de grande parte a população brasileira diante da situação.

DIÁRIO DO SERTÃO

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada