header top bar

section content

Enchente em Uiraúna deixou rastros de destruição

No centro de Uiraúna, dentro das casas, dos comércios e no meio da rua a força da sangria do açude Arrojado deixou marcas por onde passou nesta segunda-feira, 20 de abril. Tudo começou por volta de 1 hora da madrugada, quando todos dormiam. A enchente teve início por causa de fortes chuvas caídas em localidades […]

Por

24/04/2009 às 08h06

No centro de Uiraúna, dentro das casas, dos comércios e no meio da rua a força da sangria do açude Arrojado deixou marcas por onde passou nesta segunda-feira, 20 de abril. Tudo começou por volta de 1 hora da madrugada, quando todos dormiam.

A enchente teve início por causa de fortes chuvas caídas em localidades que fazem parte da cabeceira do açude. Informações nos repassadas dizem que, naquele momento, uma chuva forte (de cerca de 150mm) fazia o açude da propriedade de Zé Miguel sangrar por cima de sua parede e chegar a risco de arrombar; felizmente isso não chegou a acontecer… Em outros locais a chuva beirou os 100mm.

Toda essa água chegou de uma só vez em Uiraúna e acordou os moradores das imediações do canal São José. Quando o dia amanheceu a cidade inteira correu para ver a o drama que se passava no centro. A cheia derrubou muro e estragou móveis, mercadorias, calçamento e asfalto.

Felizmente ninguém ficou ferido, mas uma coisa ficará permanente na memória de cada um: a cicatriz psicológica, lembrança daquela madrugada fatídica e o medo de tudo voltar a acontecer de novo, pois enquanto uma solução não for achada as noites de inverno naquele local jamais serão as mesmas de antes.

Fonte:Cofemac

Tags:

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula