header top bar

section content

Piranhenses não querem aumento de moto-taxi

Parece pouco, mas em tempos de crise, cinqüenta centavos a menos no bolso dos moradores da cidade de São José de Piranhas já pode fazer um bom estrago. Isso porque o aumento na tarifa das corridas de moto-taxis da cidade já está gerando protestos da população. Esta semana a corrida passou de 1,50 para 2 […]

Por

07/01/2009 às 23h56

Parece pouco, mas em tempos de crise, cinqüenta centavos a menos no bolso dos moradores da cidade de São José de Piranhas já pode fazer um bom estrago. Isso porque o aumento na tarifa das corridas de moto-taxis da cidade já está gerando protestos da população.

Esta semana a corrida passou de 1,50 para 2 reais, e os usuários piranhenses do transporte mais popular da região do Alto Sertão paraibano não gostaram nada da nova tabela.

Para um dos moto-taxistas da cidade, já estava na hora da tarifa da São José de Piranhas aumentar, a exemplo de Cajazeiras e Sousa, que já cobram dois reais desde meados 2008. Além disso, ele afirma que o aumento na manutenção dos veículos obriga a classe a aumentar a tarifa.

Da redação do Diário do Sertão

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares