header top bar

section content

Entidades desacreditam do poder público, se unem para fazer “vaquinha” e construir o IML

Empresários e pessoas do povo se comprometeram a doar mais de 500 sacos de cimentos, 12 caçambas de areia, toda pedra para o alicerce e todo tijolo. Veja!

Por

19/11/2015 às 16h59

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Cajazeiras, Raimundo Júnior participou nesta quinta-feira (19), do programa “Olho Vivo” da TV Diário do Sertão, apresentado por Petson Santos e Jota França e falou sobre a campanha para construção do Instituto Médico Legal de Cajazeiras. 

Na ativa há mais de 70 anos, a nova diretoria representada por Raimundo Júnior, iniciada na semana passada tem agora a missão de levantar uma campanha social para arrecadar fundos e construir o IML da Terra do Padre Rolim.

Além da Associação Comercial, estão engajados na campanha a Câmara dos Dirigentes Lojistas, o Sindicato do Comércio de Bens e Serviços de Cajazeiras e a imprensa.

Veja mais:

► Cansados de esperar por governos, IML de Cajazeiras poderá ser construído por particulares

► Cajazeiras ganha núcleo de Polícia Científica; perita explica demora dos corpos nos locais de morte

► Sem IML: Radialista comenta polêmica com peritos em Cajazeiras: “Agora piorou tudo”

Raimundo Júnior informou que a primeira reunião ocorreu nessa segunda-feira (16), motivada pela atual situação de cajazeirenses e sertanejos de outras regiões “jogado” em calçadas ou rodovias a espera de um rabecão, aumentando ainda mais a dor dos familiares que perdem pessoas próximas e queridas.

O presidente lamentou a inércia do poder público, mas assegurou que a sociedade civil organizada não agüenta mais essa situação e daí surgiu a Idea do enfrentamento para construção do importante instrumento. 

Raimundo Júnior confirmou que há um projeto arquitetônico, mas revelou que ficaria muito caro e diante das poucas condições, vão ocorrer ajuste. Ele contou que não tem informações oficiais sobre a doação do terreno.

Um terreno medindo 10 mil metros quadrados, localizado na Agrovila foi doado pela prefeitura de Cajazeiras. A informação foi ratificada nesta quinta-feira (19), pelo secretário de Comunicação Olivan Pereira, que adiantou ser 3 mil e 500 metros para o IML e o restante para o complexo policial. Outro terreno foi doado pelo ex-prefeito Carlos Rafael (PMDB), medindo 5000 mil metros, ao lado da Escola Técnica estadual.

A próxima reunião das entidades de Cajazeiras acontecerá nessa segunda-feira (23), para decidir as próximas ações e expandir a campanha para as cidades da região. Divulgada extra oficialmente pela imprensa nessa quarta-feira (19), a campanha começa a ganhar corpo, empresários e pessoas do povo se comprometeram a doar mais de 500 sacos de cimentos, 12 caçambas de areia, toda pedra para o alicerce e todo pedra tijolo, para edificar o IML.

Tradição
A campanha solidária já aconteceu em outras ocasiões na cidade e deu certo. O exemplo mais famoso foi a construção do laboratório da Anatomia na UFCG para não perder o curso de Medicina.

DIÁRIO DO SERTÃO

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’

CALDEIRÃO POLÍTICO

VÍDEO: Aliado releva que dois vereadores de oposição estão rasgando elogios ao prefeito Airton Pires