header top bar

section content

Água a preço de ouro, cobrança de ingresso e invasão de bilheteria marcam carnaval de CZ

Outra grande insatisfação com a festa de carnaval de Cajazeiras foi referente ao alto consumo de água na cidade nas cinco noites de folia.

Por

18/02/2015 às 19h13

O Carnaval da cidade de Cajazeiras não teve a aprovação esperada da população do município nem dos visitantes, que costumeiramente vêm a terra do Padre Rolim comemorar as festas de momo.

A começar pela cobrança de ingresso para ter acesso a festa, que custou R$ 5 por noite, passando pelos altos preços cobrados pelas bebidas no corredor da folia, lanches fora da avenida e até o transporte público, quando um táxi custa R$ 10, nas noites do carnaval passou a custar R$ 25,00.

Outra reclamação unânime dos foliões foi o preço da cerveja (lata), que custou R$ 4, além da água mineral de 500 ml, que custou R$ 5, quando um garrafão de 20 litros pode ser comprado ao preço de R$ 4. 

A primeira noite de carnaval, sábado (14), a maioria dos foliões não pagou a tarifa de R$ 5 cobrada pelos organizadores, pois houve um movimento de invasão na bilheteria, e por medida de segurança a entrada foi liberada, sendo barrada apenas a entrada de pessoas com bebidas.

O internauta Cicero Moreira reclamou da falta de estrutura e pouco policiamento. Isis Leite considerou o pior carnaval da história.

Elaine Alves observou que o ano passado tinha mais gente na avenida. Leandro dos Santos não se conformou com a cobrança de ingressos.

Outra grande insatisfação com a festa de carnaval de Cajazeiras foi referente ao alto consumo de água na cidade nas cinco noites de folia. Enquanto muitas cidades cancelaram o evento por falta de chuva, Cajazeiras manteve a festa e o açude de Engenheiro Ávidos (Boqueirão) ficou anida mais seco. 

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
LUCIANO LINS

VÍDEO: Músico de João Pessoa ‘cajazeirado’ há quatro anos se emociona ao fala dos seus filhos

PSICOLOGIA NO AR

VÍDEO: Projeto de extensão da UFCG promove aula de capoeira gratuita a crianças carentes de Cajazeiras

PRIVILÉGIOS JURÍDICOS

VÍDEO: A lei é igual para todos? Programa Xeque-Mate discute foro privilegiado com promotor e advogado

FIM DE SEMANA

Cia de teatro arte tramática apresenta “As Malditas” no Teatro Ica em Cajazeiras