header top bar

section content

Religioso diz que Cajazeiras registra altas taxas de desemprego e pede atenção da gestão municipal

O religioso contou que centenas de pessoas estão batendo as portas das empresas de Cajazeiras, pois precisam trabalhar para manter a família.

Por

14/05/2015 às 15h48

O Padre Francivaldo Albuquerque em seu comentário no “Direto ao Ponto” da TV Diário do Sertão desta quinta-feira (14) falou sobre as altas taxas de desemprego em Cajazeiras e no Brasil.

O religioso contou que centenas de pessoas estão batendo as portas das empresas de Cajazeiras, pois precisam trabalhar para manter a família.

De acordo com o padre, as Secretarias municipais, especialmente a de Desenvolvimento Social, a Rural e do Desenvolvimento Econômico devem ficar atentas, pois o desemprego gera mazelas sociais graves.

“Podemos ter altos índices de inadimplência, suicídios e uma gama de problemas. É melhor chamar por São Bento antes da cobra morder”. Disparou o religioso.

Francivaldo Albuquerque disse que é o momento de promover mão de obra aqueles que estão perambulando pelas cidades, que amanhã poderá ser uma grande ameaça.

DIÁRIO DO SERTÃO 

ALÍVIO

VÍDEO: Presidente da OAB de Cajazeiras afirma que a Comarca de Bonito de Santa Fé não será mais fechada

EM CONTINÊNCIA AO SENHOR JESUS

Programa com a participação dos membros da Igreja Rei dos Reis

CADASTRAMENTO

VÍDEO: Prazo final para biometria na região de Catolé do Rocha é antecipado, e Justiça alerta eleitores

MITO DA INTERNET

VÍDEO: Fenômeno Gleyfy Brauly bate recorde de audiência no Xeque-Mate e canta sucessos no ‘imbromation’