header top bar

section content

Religioso diz que Cajazeiras registra altas taxas de desemprego e pede atenção da gestão municipal

O religioso contou que centenas de pessoas estão batendo as portas das empresas de Cajazeiras, pois precisam trabalhar para manter a família.

Por

14/05/2015 às 15h48

O Padre Francivaldo Albuquerque em seu comentário no “Direto ao Ponto” da TV Diário do Sertão desta quinta-feira (14) falou sobre as altas taxas de desemprego em Cajazeiras e no Brasil.

O religioso contou que centenas de pessoas estão batendo as portas das empresas de Cajazeiras, pois precisam trabalhar para manter a família.

De acordo com o padre, as Secretarias municipais, especialmente a de Desenvolvimento Social, a Rural e do Desenvolvimento Econômico devem ficar atentas, pois o desemprego gera mazelas sociais graves.

“Podemos ter altos índices de inadimplência, suicídios e uma gama de problemas. É melhor chamar por São Bento antes da cobra morder”. Disparou o religioso.

Francivaldo Albuquerque disse que é o momento de promover mão de obra aqueles que estão perambulando pelas cidades, que amanhã poderá ser uma grande ameaça.

DIÁRIO DO SERTÃO 

Tags:

Recomendado para você pelo google

POLÊMICA

VÍDEO: Vereador cobra a convocação do concurso de Cajazeiras: ‘Era de urgência e o prefeito não convoca’

VÍDEO

Deputado cajazeirense abre o jogo e revela com quem fica após o racha no PSB da Paraíba

EDUCAÇÃO

VÍDEO: Xeque Mate fala sobre tradicional colégio de Cajazeiras e recebe diretora, professoras e alunas

ALUNOS DÃO SHOW

VÍDEO: 3º dia da Mostra de Conhecimentos destaca a natureza, tecnologias, leitura, teatro e matemática