header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

Religioso diz que Cajazeiras registra altas taxas de desemprego e pede atenção da gestão municipal

O religioso contou que centenas de pessoas estão batendo as portas das empresas de Cajazeiras, pois precisam trabalhar para manter a família.

Por

14/05/2015 às 15h48

O Padre Francivaldo Albuquerque em seu comentário no “Direto ao Ponto” da TV Diário do Sertão desta quinta-feira (14) falou sobre as altas taxas de desemprego em Cajazeiras e no Brasil.

O religioso contou que centenas de pessoas estão batendo as portas das empresas de Cajazeiras, pois precisam trabalhar para manter a família.

De acordo com o padre, as Secretarias municipais, especialmente a de Desenvolvimento Social, a Rural e do Desenvolvimento Econômico devem ficar atentas, pois o desemprego gera mazelas sociais graves.

“Podemos ter altos índices de inadimplência, suicídios e uma gama de problemas. É melhor chamar por São Bento antes da cobra morder”. Disparou o religioso.

Francivaldo Albuquerque disse que é o momento de promover mão de obra aqueles que estão perambulando pelas cidades, que amanhã poderá ser uma grande ameaça.

DIÁRIO DO SERTÃO 

Tags:
HERANÇA ARTÍSTICA

VÍDEO: Filho de grande nome da música brasileira agita a Festa do Brega no Cajazeiras Tênis Clube

EM JOÃO PESSOA

VÍDEO E FOTOS: Posse da nova diretoria da API é marcada por repentes, lançamento de livro e emoção

DUPLA CERIMÔNIA

VÍDEO: OAB lança em Cajazeiras as chapas para as eleições da Seccional Paraíba e da Subseção local

EX-ALIADO

VÍDEO: Vereador revela que defender professores foi a ‘bomba’ que iniciou rompimento com José Aldemir